terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Resenha #128 Bom Dia, Sr. Mandela



Título: Bom dia, Sr. Mandela
Autor: Zelda la Grange
Ano: 2015
Editora: Novo Conceito
Gênero: Biografia
Classificação: 4 estrelas


Sinopse: Bom Dia, Sr. Mandela conta a extraordinária história de uma jovem que teve suas crenças, preconceitos e tudo em que sempre acreditou transformados pelo maior homem de seu tempo. A incrível trajetória de uma datilógrafa que, escolhida para se tornar a mais leal e devotada assessora de Nelson Mandela, passou a maior parte de sua vida trabalhando ao lado do homem que ela passaria a chamar de Khulu , ou avô.


“E ele não apenas mudou a minha vida, 
mas a de milhões de outros...”


Em Bom dia, Sr. Mandela conhecemos a história de Zelda la Grange, assessora e amiga leal de Nelson Mandela. Uma mulher que nasceu e cresceu na África do Sul, em meio ao regime Apartheid, e que, após conhecer o Sr. Mandela, teve todas as suas crenças e convicções transformadas radicalmente pela convivência com esse homem formidável.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

#5 Especial Dia De... Natal!

Então é Natal...
Já é Natal na...
Bate o sino, pequenino...

Hey pessoal! Hoje é véspera de Natal, o meu feriado favorito e é claro que não poderíamos deixar essa data passar em branco! Preferimos vermelho, verde e muita luz \o/



Bom, nessa época festiva, nós, amantes dos livros não paramos de ler e entre uma rabanada e outra dá pra dar uma espiadinha naquela leitura atual não é? rsrs
Eu, Raquel e outra amiga nossa resolvemos fazer um Buddy Read Natalino e por isso selecionamos alguns livros com essa temática. O primeiro é...


Mulherzinhas

Sinopse: "Nascida em 1832, na Pensilvânia, Estados Unidos da América do Norte, Louise May Alcott sonhava ser atriz, mas tornou-se escritora. Inspirou-se nas próprias experiências para escrever suas histórias.Foi educada pelo pai, o filósofo e educador Amos Bronson Alcott, tendo a oportunidade de conviver com intelectuais do círculo do pai, como Thoureau e Emerson.Em "Mulherzinhas" (1868), a autora apresenta o retrato de uma família de classe média norte-americana do seu tempo, salientado os seus valores morais: civismo e amor à pátria, que chega ao sacrifício de seus filhos, dedicação extrema ao lar e ao próximo.Este romance obteve muito sucesso no cinema com o título "Adoráveis Mulheres"."

Esse livro é incrível, entrou para a lista dos melhores que já li na vida. É doce, encantador, divertido, emocionante e muito mais! É impossível não se apaixonar pelas irmãs March, sua mãe e os agregados da família. É perfeito para o Natal.




segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Resenha #127 Prince of Thorns (Trilogia dos Espinhos #1)

Título: Prince of Thorns
Série: Trilogia dos Espinhos
Volume: 1
Autor: Mark Lawrence
Ano: 2013
Editora: Darkside
Gênero: Fantasia
Classificação: 5 estrelas


Sinopse: Tem início a Trilogia dos Espinhos: Ainda criança, o príncipe Honório Jorg Ancrath testemunhou o brutal assassinato da Rainha mãe e de o seu irmão caçula, William. Jorg não conseguiu defender sua família, nem tampouco fugir do horror. Jogado à sorte num arbusto de roseira-brava, ele permaneceu imobilizado pelos espinhos que rasgavam profundamente sua pele, e sua alma. O príncipe dos espinhos se vê, então, obrigado a amadurecer para saciar o seu desejo de vingança e poder. Vagando pelas estradas do Império Destruído, Jorg Ancrath lidera uma irmandade de assassinos, e sua única intenção é vencer o jogo. O jogo que os espinhos lhe ensinaram.

“As opções podem fugir de mim, 
mas fugir não é uma opção. Não para mim.”

“Agarre-se a uma coisa por muito tempo, um segredo, um desejo, 
talvez uma mentira, e ela moldará você.”

Insano. A dose de loucura é tão alta que faz todo o sentido. Haha! Ok, vocês não estão entendendo nada, então vou dar uma luz para vocês, meus queridos leitores. Esta é mais uma resenha apaixonante, mas o gênero é outro completamente diferente. Mark Lawrence é um gênio ... e dos grandes! Ao começar esta trilogia, conforme as páginas eram viradas, eu me peguei pensando: POR QUE EU NÃO LI ISSO ANTES? QUE LIVRO BRILHANTE!

Prince of Thorns, primeiro livro da Trilogia dos Espinhos, lançado pela Darkside em 2013, conta a história do Príncipe Honório Jorg Ancrath, um garoto de 13 anos que irá te deixar com arrepios ... e não, isso não é bom, meninas! A história de Jorg, um menino e príncipe que foge do palácio onde vive após o assassinato de sua mãe e irmão mais novo, e vai viver com uma irmandade de assassinos com apenas 10 anos, começa com uma cena a la Martin: muito sangue e violência.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Resenha #126 Um Mais Um

Título: Um Mais Um
Autor: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Ano: 2015
Páginas: 320
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Há dez anos, Jess Thomas ficou grávida e largou a escola para se casar com Marty. Dois anos atrás, Marty saiu de casa e nunca mais voltou. Fazendo faxinas de manhã e trabalhando como garçonete em um pub à noite, Jess mal ganha o suficiente para sustentar a filha Tanzie e o enteado Nicky, que ela cria há oito anos. Jess está muito preocupada com o sensível Nicky, um adolescente gótico e mal-humorado que vive apanhando dos colegas. Já Tanzie, o pequeno prodígio da matemática, tem outro
problema: ela acabou de receber uma generosa bolsa de estudos em uma escola particular, mas Jess não tem condições de pagar a diferença. Sua única esperança é que a menina vença uma Olimpíada de Matemática que será disputada na Escócia. Mas como eles farão para chegar lá?
Enquanto isso, um dos clientes de faxina de Jess, o gênio da computação Ed Nicholls, decide se refugiar em sua casa de veraneio por causa de uma denúncia de práticas ilegais envolvendo sua empresa. Entre ele e Jess ocorre o que pode ser chamado de ódio à primeira vista. Mas quando Ed fica bêbado no pub em que Jess trabalha, ela faz questão de deixá-lo em
casa, em segurança. Em parte agradecido, mas principalmente para escapar da pressão dos advogados, da ex-mulher e da irmã — que insiste em que ele vá visitar o pai doente —, Ed oferece uma carona a Jess, os filhos e o enorme cão da família até a cidade onde acontecerá o torneio.
Começa então uma viagem repleta de enjoos, comida ruim e engarrafamentos. A situação perfeita para o início de uma história de amor entre uma mãe solteira falida e um geek milionário. 


Hey pessoal, hoje vou falar sobre o primeiro livro que li da Jojo Moyes. Sim, podem ficar chocados, mas até Um mais Um eu não tinha lido nada da autora apesar de ter seu título mais famoso na minha estante.

Mas vamos às minhas impressões sobre Um mais Um.

Eu lembro de ter visto esse livro na livraria e a capa logo me atraiu, quando li a sinopse eu soube na hora que precisava comprar e ler. O engraçado é que o livro ficou um tempinho parado na minha estante, até que senti como se ele estivesse “me chamando” rsrsrs, na mesma hora tirei da estante e comecei a ler.

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Resenha #125 Segredos de Uma Noite de Verão (As Quatro Estações do Amor #1)

Título: Segredos de Uma Noite de Verão
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 288
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Apesar de sua beleza e de seus modos encantadores, Annabelle Peyton nunca foi tirada para dançar nos eventos da sociedade londrina. Como qualquer moça de sua idade, ela mantém as esperanças de encontrar alguém, mas, sem um dote para oferecer e vendo a família em situação difícil, amor é um luxo ao qual não pode se dar.
Certa noite, em um dos bailes da temporada, conhece outras três moças também cansadas de ver o tempo passar sem ninguém para dividir sua vida. Juntas, as quatro dão início a um plano: usar todo o seu charme e sua astúcia feminina para encontrar um marido para cada, começando por Annabelle.
No entanto, o admirador mais intrigante e persistente de Annabelle, o rico e poderoso Simon Hunt, não parece ter interesse em levá-la ao altar – apenas a prazeres irresistíveis em seu quarto. A jovem está decidida a rejeitar essa proposta, só que é cada vez mais difícil resistir à sedução do rapaz. 
As amigas se esforçam para encontrar um pretendente mais apropriado para ela. Mas a tarefa se complica depois que, numa noite de verão, Annabelle se entrega aos beijos tentadores de Simon... e descobre que o amor é um jogo perigoso.
No primeiro livro da série As Quatro Estações do Amor, Annabelle sai em busca de um marido, mas encontra amizades verdadeiras e desejos intensos que ela jamais poderia imaginar.


Olá galera!

Hoje a resenha é sobre uma releitura.

Li Segredos de Uma Noite de Verão a anos atrás, é um livro um pouco antigo da Lisa e me surpreendeu um pouco não ter sido lançado aqui a mais tempo. A série ganhou o nome aqui de “As Quatro Estações do Amor”, ela conta a história de quatro amigas consideradas solteironas ou ineptas para o casamento segundo a visão da sociedade nobre londrina.

Esse fato criou um laço de amizade entre as meninas e uma promessa: Todas iriam ajudar umas as outras a conseguir um bom e vantajoso casamento, não importando o que tivessem que fazer. A primeira escolhida é Annabelle, a protagonista desse livro.

“Existe uma razão para a Srta. Peyton e suas amigas devoradoras estarem solteiras, Hunt. Elas são problemáticas. Se os eventos de hoje não deixaram isso muito claro, então não há esperança para você.”

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Resenha #124 Sempre (Forever #1)

Título: Sempre
Autor: J. M. Darhower
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2015
Páginas: 544
Classificação: 4 estrelas
Sinopse: Haven Antonelli e Carmine DeMarco cresceram em mundos completamente diferentes. Haven é uma adolescente de 17 anos que nunca conheceu a liberdade. Desde a infância, ela e sua mãe são escravas, vítimas de uma rede de tráfico humano. Carmine, nascido em uma família rica da máfia, viveu uma vida de privilégios e excessos.

Agora, uma reviravolta do destino faz com que seus caminhos se cruzem. Apesar das diferenças aparentes, algo mais sutil os une. E da tênue amizade entre os dois floresce uma paixão inesperada e arrebatadora. 

Enredados numa teia de segredos e mentiras, em que o poder e o dinheiro ditam o jogo, o jovem casal logo percebe que é preciso se sacrificar para conquistar a liberdade e o direito ao amor...


Hey Pessoal!

Prontos para um romance no mundo da máfia italiana? Então vem conhecer a história de Carmine De Marco e Haven Antonelli.

"Colpo di fulmine, uma expressão italiana cujo significado era algo como " raio fulminante ". É quando o amor invade o coração de alguém, como um relâmpago, e de modo tão intenso que não pode ser negado. É lindo, mas ao mesmo tempo complicado, abrir seu coração e revelar sua alma para o mundo todo. Essa sensação é capaz de virar uma pessoa do avesso, e não há como voltar para trás. Depois que o raio cai, sua vida muda radicalmente. "

Em "Sempre" somos apresentados a um mundo de escravidão, máfia, mortes e luta pela sobrevivência. Havem é uma jovem que nasceu escrava e vive com sua mãe em uma situação precária em uma constante luta pela sobrevivência. Durante uma tentativa frustrada de fuga do local onde servia, Haven conhece o doutor Vicent De Marco, um homem da máfia, frio, misterioso e calculista. Ele a leva para viver em sua casa com seus dois filhos Dominic e Carmine.

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Resenha #123 A Bela e a Adormecida

Título: A Bela e a Adormecida # The Sleeper and the Spindle
Autor: Neil Gaiman, Chris Riddell
Editora: Rocco
Ano: 2015
Páginas: 70
Classificação: 3 estrelas
Sinopse: Em uma sombria e fascinante história, as mais queridas princesas dos contos de fadas são reinventadas de maneira brilhante pelo inglês Neil Gaiman e o ilustrador Chis Riddell. Em A Bela e a Adormecida, uma jovem rainha é informada, na véspera de seu casamento, sobre uma estranha praga que assola as fronteiras do seu reino, um sono mágico que se espalha pelo território vizinho e ameaça os seus domínios. Na companhia de três anões, a rainha abandona o fino vestido da festa, pega sua espada e armadura e parte pelos túneis dos anões para o reino adormecido. Uma viagem repleta de ação e suspense que leva a uma surpreendente descoberta. Misturando o conhecido e o novo com perfeita sintonia, Gaiman cria mais uma obra repleta de magia e aventura capaz de hipnotizar o mais exigente dos leitores.

No One Is Too Old For Fairytales.

Oi gente !!!
Quem gosta de Contos de Fadas? Pra quem ainda não sabe eu sou uma eterna apaixonada por eles. Os primeiros livros que ganhei além de O Pequeno Príncipe, foram os contos de Hans Christian Andersen, foi aí que nasceu meu amor por literatura e também pelos contos de fadas. Imagina então o quanto eu fiquei animada quando soube que dois dos contos mais conhecidos iriam se fundir e ganhar uma nova cara pelas mãos de Neil Gaiman e Chris Riddell. Passeando pela saraiva vi a linda edição que não esperava encontrar, aqui na minha cidade costuma demorar pra chegar os lançamentos e não estava nos meus planos levar esse livro agora, mas não pude resistir né.

"Era o reino mais próximo ao da rainha em linha reta como voa o corvo, mas nem os corvos voavam até lá."

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Resenha #122 Pela Lente do Amor

Título: Pela Lente do Amor
Autor: Megan Maxwell
Editora: Essencia
Ano: 2015
Páginas: 432
Classificação: 4 estrelas
Sinopse: Ana Elizabeth troca o luxo e a riqueza da sua aristocrática família londrina pelas “calles” madrilenas, em busca do seu sonho: ser fotógrafa. Dona do seu nariz, ela monta com a amiga Nekane um estúdio fotográfico na capital espanhola e segue seu caminho de sucesso. No dia em que o prédio onde trabalham enfrenta um incêndio, Ana conhece Rodrigo, um dos bombeiros que atendem ao chamado da ocorrência. A troca de olhares aquece não só o corpo da fotógrafa, mas também seu coração e ela se entrega à inusitada amizade – com benefícios – que nasce entre eles. Apesar de cúmplices, um balde de água fria vai comprometer a liga dessa relação, quando Rodrigo – um mulherengo de carteirinha – descobrir que sua querida Ana está grávida de um turista suíço que passou por sua vida sem passagem de volta e de quem ela só sabe o nome. E o que dirá sua pomposa família quando souber que ela está grávida de um desconhecido e é amante de um bombeiro pobretão? Só a leitura do livro revelará!


Olá galera, hoje a resenha é sobre o livro de uma autora que eu gosto bastante, Megan Maxwell! Sempre que leio um livro dessa mulher, me acabo de rir, então quando soube do lançamento de Pela Lente do Amor, não resisti é claro, adorei e vou contar agora os motivos...

Pela Lente do Amor conta a história da fotógrafa Ana Elizabeth e o bombeiro Rodrigo, eles se conhecem durante um incêndio em que ele salva a vizinha de Ana. Logo ela se vê super encantada por aquele homem forte, lindo e heróico, porém Rodrigo não está nem aí para nossa mocinha.

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Resenha #121 November 9

Título: November 9
Autor: Colleen Hoover
Editora: Atria Books
Ano: 2015
Páginas: 340
Classificação: Barbara: 5 estrelas, Raquel: 6 estrelas


Sinopse: Fallon conhece Ben, um aspirante escritor, um dia antes de sua já agendada mudança para outra cidade. A prematura atração entre eles leva Fallon a passar o seu último dia em LA com ele, e sua vida cheia de acontecimentos torna-se a inspiração criativa que Ben sempre esteve procurado para o seu romance.


Ao longo do tempo e em meio a várias outras relações e tribulações de suas próprias vidas separadas, eles continuam a se encontrar na mesma data todos os anos. Até que um dia Fallon começa a ficar em dúvida se Ben tem lhe dito a verdade ou se está fabricando uma realidade perfeita apenas para dar a história uma reviravolta no final. 



Pode o relacionamento de Ben com Fallon- e, simultaneamente, o seu livro - ser considerado uma história de amor, mesmo se terminar com corações partidos? *




Resenha dupla galera! Lembrando que as partes em roxo é texto da Barbara e as em azul da Raquel.
Antes de começarmos, convidamos você a apertar o play e curtir a playlist inspirada no livro, enquanto confere nossa resenha:



Sim, acabou de ser lançado e vocês sabem como somos fãs da Colleen, então não poderíamos deixar de ler e resenhar o seu mais novo livro – November 9.

Antes de começar a ler esse livro, prepare a caixa de lenços porque é provável que você vá chorar! Sem dúvida foi o livro dela em que mais chorei, então se sinta avisado rsrs. - Barbara

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Sobre Primeiros Beijos #6

Depois de um longo tempo, estou de volta com a coluna mais apaixonante desse blog! Dá play na música e vem ler os primeiros beijos dos casais dessa edição!








“Fico na ponta dos pés e puxo sua cabeça para baixo. Quando sua boca está perto o bastante, eu aperto suavemente meus lábios nos dele.
Ai. Deus.
Nós dois respiramos alto, e nossos corpos tensionam irradiando energia. Minhas entranhas se contorcem e se atrapalham. Ele dá um grunhido que é uma mistura perfeita de prazer e dor.
Solto os lábios dele e me afasto. Sua boca está aberta e é macia, e eu o beijo novamente, com um pouco mais de força. Ele expira contra minha pela, e não sei que diabos estou fazendo, mas sugo suavemente seus lábios. O calor me percorre. Arde em minha barriga. Ele faz outro som atormentado, então está sugando meus lábios também. Cada centímetro de mim queima. O calor de sua boca desce para meus pulmões. Eu me xingo por não ter beijado este homem desde o primeiro dia em que o vi, porque o que ele está fazendo vai além do incrível.” Ethan e Cassie - Meu Romeu



quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Resenha #120 Minha Julieta (Starcrossed #2)

Título: Minha Julieta
Autor: Leisa Rayven
Editora: Globo Alt
Ano: 2015
Páginas: 352
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Alguns amores nunca te deixam ir ...
Cassie jurou que nunca iria perdoar Ethan por quebrar o coração dela, quando eles estavam juntos anos atrás. Ele era seu grande amor, e quando ele se recusou a amá-la de volta , uma parte dela morreu para sempre ... ou assim ela pensou. Agora ela e Ethan estão compartilhando um palco da Broadway , e ele está determinado a reconquistá-la . Finalmente ele é capaz de dizer todas as coisas que ela precisava ouvir ... mas ela pode acreditar nele ? Será que ele realmente mudou, e o que faz com que esta mudança seja diferente de todas as suas outras promessas não cumpridas ?
A resposta está em algum lugar do passado, e agora a verdade virá à luz . Cassie voltará a confiar da maneira como ela era antes com Ethan ? Ou é tarde demais para estes amantes estrela-cruzados ?
Não perca este final hipnotizante da continuação de 'Meu Romeu' , a história de amor inesquecível, que capturou os corações de mais de dois milhões de fãs online.


Finalmente a continuação de Meu Romeu chegou! E o Garotas entre Livros teve o privilégio de receber uma cópia avançada de Minha Julieta. Agora me digam, é pra surtar ou não é?



Mas vamos falar dessa sequência super aguardada!

Minha Julieta começa exatamente onde Meu Romeu acabou. Cassie acabou de ler aquele e-mail apaixonante e precisa tomar uma decisão, abrir a porta para Ethan ou não. Mas mais do que simplesmente abrir a porta, ela precisa decidir se o quer em sua vida novamente como um amigo, amante... ou se segue em frente e esquece de vez esse homem que tanto a fez sofrer.

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Resenha #119 A Aposta

Título: A Aposta
Autor: Vanessa Bosso
Editora: Novas Páginas
Páginas: 288
Gênero: Chick lit
Classificação: 5 estrelas


Sinopse: A primeira experiência amorosa de Nina não foi nada boa. Diante de tamanha decepção, a garota não quer saber de namorados e seu coração virou uma pedra de gelo. No colégio, os garotos lançam uma aposta a Lex, o grande pegador , daqueles que arrancam suspiros até mesmo de objetos inanimados. Será que ele, com todo seu poder de sedução, conseguirá conquistar o coração de Nina? De forma hilária e dinâmica, a autora levará os leitores a uma viagem inesquecível, na qual a amizade e o amor reinarão em absoluto... Até que uma vingança surja em cena para estragar tudo. Quem sairá vencedor? Façam suas apostas. O jogo está prestes a começar.


“A Grande Aposta será lançada.
Lex X Nina.”

Prontos para mais uma resenha apaixonada? Confesso que senti saudades de escrever uma resenha assim. Palmas para Vanessa Bosso por arrancar mais uma dessas de mim! Não há outro jeito de explicar este livro. A Aposta é um dos melhores livros que eu li em 2015. Eu amei todos os aspectos do livro: a narração, os personagens, o cenário, as apostas... TUDO!

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Resenha #118 Apenas Um Ano (Apenas Um Dia #2)

Título: Apenas Um Ano
Autor: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito 
Ano: 2015
Páginas: 352
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Em Apenas um Dia, os momentos de paixão entre Allyson e Willem foram interrompidos de maneira abrupta, lançando a jovem em um abismo de questionamentos e dor. Agora a história é contada pela voz de Willem. Sem saber exatamente o que o atraiu na garota de olhos grandes e jeito comportado, o rapaz inicia uma busca obsessiva por pistas que levem até a sua Lulu mesmo sem saber sequer o seu nome verdadeiro.
Enquanto tenta compreender o mistério que os separou, Willem se esforça para costurar relacionamentos desgastados e procura respostas para o futuro. Mais do que uma aventura de verão, o encontro em Paris significou para ele o início da vida adulta. Da mesma autora dos best-sellers Se Eu Ficar e Para Onde Ela Foi, Apenas um Ano reúne todos os ingredientes de um romance imperdível: viagens, saudade, encontros, desencontros e amor.


Oi Gente! Hoje vou falar um pouquinho de Apenas um Ano, continuação de Apenas um Dia.

Quando comprei Apenas um Dia eu não esperava me apaixonar pela história de Allyson e Willem, então quando terminei de ler eu surtei com aquele final. Como que essa mulher me termina o livro bem naquela parte, sim ela foi bem esperta e terminou no momento que todos esperavam e me deixou com gostinho de quero mais. Fiquei super feliz quando chegou Apenas um Ano, bem ansiosa pra saber o que diabos aconteceu com Willem e ter a chance de conhece-lo já que pouco sabemos sobre ele.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Resenha #117 Supernova - A Estrela dos Mortos (Supernova #2)


Título: Supernova – A Estrela dos Mortos
Autor: Renan Carvalho
Editora: Novas Páginas
Páginas: 480
Gênero: Fantasia, Jovem Adulto
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Após deixar sua cidade natal, Leran está perdido em busca de uma pessoa que possa ajudar sua irmã Luana a controlar seus poderes. Enquanto foge de caçadores colocados em seu encalço, o arqueiro conhecerá novos lugares e aliados para sua jornada. Ao mesmo tempo, Tlavi, a jovem Estrela da Cura, tenta desvendar os mistérios de um criminoso capaz de erguer as forças das trevas no território pacificado do Reino Central. O caminho desses personagens está ligado pelo destino. Será que poderão lutar juntos para descobrir como vencer os novos inimigos? Conseguirá Luana despertar sua verdadeira força? Como Leran agirá diante da evolução dos poderes da irmã? É o que você vai descobrir em Supernova: A Estrela dos Mortos.



“O LAR DO SACRIFÍCIO:
NÃO EXISTE SUCESSO SEM DOR. NÃO EXISTE VITÓRIA SEM PERDAS.
PARA VENCER, O QUE ESTÁ DISPOSTA A SACRIFICAR?”


Sinceramente, o livro foi tão bom, mas tão bom mesmo, que eu não sei nem por onde começar. Se O Encantador de Flechas já foi bom, pense no nível de grandiosidade deste segundo livro. A narrativa está muito melhor que a do primeiro, o que fez com que a história amadurecesse de tal forma, que tudo ficou ainda mais interessante.

Mas vamos à história (Se você ainda não leu o primeiro livro pode pegar SPOILER)...

Após suas aventuras em Acigam, Leran precisa fugir para proteger sua irmã, que descobriu ser uma Estrela, e escapar da morte. Agora, no segundo livro, conhecemos outros personagens, que também narram a história, fazendo com que tenhamos uma visão bem ampla de tudo. 


sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Resenha #116 Preciso do Seu Amor (Os Sullivans #11)

Título: Preciso do Seu Amor
Autor: Bella Andre
Editora: Novo Conceito 
Ano: 2015
Páginas: 320
Classificação: 2 estrelas
Sinopse: A bem-sucedida corretora de imóveis de Seattle, Mia Sullivan, não é nada boba... A não ser naquela única semana em que entregou seu coração a um músico sensual, que não lhe deu nada em troca além de dias e noites perfeitas em sua cama. Apesar de ter jurado que nunca mais o veria, ele foi o único homem de quem não conseguiu se esquecer. Um dos roqueiros mais desejados do mundo, Ford Vincent pode ter a mulher que quiser... exceto Mia Sullivan. Agora ele sabe que as milhares de fãs que cantam suas músicas não podem preencher o seu vazio. Só o amor de Mia tem esse poder – então, ele jura fazer tudo o que for preciso para conquistar o coração dela novamente. Depois de um reencontro, uma atração intensa surge entre eles. Será que, finalmente, Mia e Ford irão descobrir um amor forte o suficiente para durar para sempre?


Mais uma resenha de parceria chegando!

Quando a Novo Conceito começou a soltar alguns quotes de “Preciso do Seu Amor” nas redes sociais eu já fiquei animada. Não sabia nada sobre o livro, sinopse, nome... só sabia que um quote tinha me conquistado e por isso precisava ler.



segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Resenha #115 Zac&Mia

Título: Zac&Mia
Autor: A. J. Betts
Editora: Novo Conceito 
Ano: 2015
Páginas: 288
Classificação: 3 estrelas
Sinopse: A última pessoa que Zac esperava encontrar em seu quarto de hospital era uma garota como Mia - bonita, irritante, mal-humorada e com um gosto musical duvidoso.
No mundo real, ele nunca poderia ser amigo de uma pessoa como ela.
Mas no hospital as regras são diferentes. Uma batida na parede do seu quarto se transforma em uma amizade surpreendente.
Será que Mia precisa de Zac? Será que Zac precisa de Mia? Será que eles precisam tanto um do outro?
Contada sob a perspectiva de ambos, Zac e Mia é a história tocante de dois adolescentes comuns em circunstâncias extraordinárias.


Hey pessoal!

Hoje a resenha é de mais um livro de parceria com a Novo Conceito. Quando li a sinopse pela primeira vez, eu imaginei uma história bem diferente da que encontrei. Zac & Mia tem um toque de humor, o que é interessante para um livro com um tema pesado, mas ao mesmo tempo tem toques amargos.

O livro se passa na Austrália, Zac e Mia são dois adolescentes muito diferentes, mas infelizmente com algo em comum: o câncer.

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Resenha #114 Querubins - A Sentença da Espada + Entrevista

Título: Querubins - A Sentença da Espada
Autor: Martha Ricas
Editora: Novo Século 
Ano: 2015
Páginas: 239
Classificação: 4,5 estrelas
Sinopse: Uma guerreira do céu; Uma dama vitoriana; Uma guerra invisível.
Querubins, a sentença da espada é um relato em duas vozes: a da querubim Chaya, enviada a uma vila celta pré-cristã e que não vê no homem um ser especial, mas com um espírito guerreiro que não a deixa fugir de uma batalha, e a de Mary Grace, uma donzela da Inglaterra vitoriana atormentada por visões que não consegue desvendar.Ambas as tramas se desenlaçam por caminhos intrépidos e podem estar mais ligadas do que imaginam. Garota e querubim podem e precisam mudar o mundo em épocas diferentes. Seguindo os mesmos passos por cenários deslumbrantes e segredos cada vez mais profundos, elas o farão querer embarcar nas intrigas palacianas e nas batalhas angelicais.Recheada de paixão, mistério, ação e intrigas políticas, a trama é tão perturbadora quanto fascinante.




Uma Guerreira do Céu
Uma Dama Vitoriana
Uma Guerra Invisível

Com essas três frases, que estão no verso do livro, decidi começar a resenha de Querubins – A Sentença da Espada, porque elas definem muito bem como será essa trama.

“Querubins” chegou ao nosso conhecimento através de sua autora, Martha Ricas que nos contou sobre seu lançamento e assim acabamos por firmar a parceria. Desde o momento em que li a sinopse já me interessei, alguma coisa me dizia que eu iria gostar bastante da trama, até porque fantasia com mulheres fortes e guerreiras? É comigo mesmo! Eu amei o enredo e vou contar agora os motivos.



segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Resenha #113 172 Horas na Lua

Título: 172 Horas na Lua
Autor: Johan Harstad
Editora: Novo Conceito 
Ano: 2015
Páginas: 288
Classificação: 4,5 estrelas
Sinopse: O ano é 2018. Quase cinco décadas desde que o homem pisou na Lua pela primeira vez.
Três adolescentes comuns vencem um sorteio mundial promovido pela NASA. Eles vão passar uma semana na base lunar DARLAH 2 - um lugar que, até então, só era conhecido pelos altos funcionários do governo americano.
Mia, Midore e Antoine se consideram os jovens mais sortudos do mundo. Mal sabem eles que a NASA tinha motivos para não ter enviando mais ninguém à Lua.
Eventos inexplicáveis e experiências fora do comum começam a acontecer...
Prepara-se para a contagem regressiva.


Quando eu vi 172 Horas na Lua entre os lançamentos da Novo Conceito, fui logo dar uma olhada no Goodreads pra ter uma ideia a respeito do livro. A sinopse me deixou intrigada e de início não tinha ideia do que esperar, mas os comentários no Goodreads aguçou a minha curiosidade e eu tive que conferir. Ainda estou me esgueirando na leitura desse tipo de ficção, já adquiri um lançamento da Aleph então esse lançamento da Novo Conceito também me atraiu por sair um pouco da minha zona de conforto.




quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Resenha #112 Champion (Trilogia Legend #3)

Título: Champion - Do Caos e da Lenda Surgirá um Campeão
Autor: Marie Lu
Editora: Rocco
Ano: 2014
Páginas: 304
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: No emocionante desfecho da trilogia Legend, June ocupa uma posição privilegiada no governo e Day trocou a alcunha de criminoso mais procurado do país pela de herói nacional. Mas quando tudo parece conspirar a favor da paz, a ameaça da guerra ressurge na forma de um vírus mortal que começa a espalhar o pânico entre as colônias. Em Champion, a vida de milhares de pessoas está novamente nas mãos de June, a menina-prodígio da República. Mas salvá-las significa também enfrentar novos desafios e exigir novos sacrifícios de seu amor. O livro chega ao Brasil pelo selo Rocco Jovens Leitores, que relança também os dois primeiros volumes da série, Legend e Prodigy.


É o fim...

Dá um dor no coração escrever a resenha do último livro da trilogia Legend, mas como tudo que começa tem um fim, vamos as minhas impressões sobre Champion.

“Sem emoção, qual o sentido de ser humano?”

Genial!
Não existe outra palavra para definir o encerramento da trilogia, na verdade acho que foi a primeira série onde eu terminei de ler e disse: “Caramba! Que incrível!”.

No final de Prodigy, nós ficamos chocados com a descoberta da doença de Day e sua decisão de se afastar da June. Meu coração partiu com aquela cena e juro, fiquei louca para começar Champion, sorte minha já ter o livro!

terça-feira, 22 de setembro de 2015

#6 Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro 2015

Hey galera! A Bienal acabou e eu vivi dias incríveis por lá, alguns de vocês provavelmente me acompanharam nas redes sociais, enquanto fazia a cobertura de tudo o que aconteceu por lá, então vamos a um resumo de 4 dias de #BienalRio + Sessão de autógrafos com a Julia Quinn e Colleen Hoover.

Preparados?

Vamos nessa!



quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Resenha #111 Neve na Primavera


Título: Neve na Primavera
Autor: Sarah Jio
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 336
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Seattle, 1933. Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho.
Na manhã seguinte, o dia 2 de Maio, uma nevasca desaba sobre a cidade.
Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve.
Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. O dia é 2 de Maio. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos,
Claire se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Ela descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.

De inicio tanto a capa quanto o título não chamaram muito minha atenção. Se o título tivesse ficado igual ao original Blackberry Winter eu teria corrido direto pra ele rs, adoro amoras. Lendo a sinopse acabei gostando por ser narrado em duas épocas diferentes, esse tipo de história também sempre tem algo que conecta os personagens e o interessante é descobrir o que é e como isso acontece.

Deixo aqui um clipe da musica que inspirou a autora a escrever esse livro.



terça-feira, 8 de setembro de 2015

Resenha #110 Prodigy (Trilogia Legend #2)

Título: Prodigy - Os opostos perto do caos
Autor: Marie Lu
Editora: Rocco
Ano: 2013
Páginas: 304
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Considerada pelo público e pela crítica internacional uma das melhores sagas de distopia já publicadas, a trilogia Legend, da chinesa radicada nos EUA Marie Lu, conquistou leitores de diversas partes do mundo ao acompanhar o romance improvável entre dois jovens de origens distintas numa realidade opressora. Depois de descobrir, no primeiro livro da série, as medidas extremas que o governo da República é capaz de adotar para proteger alguns segredos, no segundo volume da saga, Prodigy, June e Day assumem a tarefa de assassinar o novo líder político da nação. Mas será que este é o melhor caminho de levar a cabo uma revolução e dar voz ao povo da República?


OMG!

Gente, o que foi esse livro? O que é essa história? Que obra genial! Marie Lu, você ganhou uma fã, e com certeza eu leria a sua lista de compras do supermercado, aposto que o chuchu e a cenoura vivem altas emoções enquanto esperam nas gôndolas...

Enfim, surtos a parte, vamos ao que interessa! Minha opinião sobre a sequência de Legend, Prodigy.

No final de Legend, Day e June são fugitivos com alguns objetivos: encontrar Tess – que está com os Patriotas, salvar Éden – que se encontra sob custódia da República e fugir para as Colônias, mas é claro que nada seria tão simples. Ao encontrarem os Patriotas, eles se vêem envolvidos numa trama de ação e traição que pode levar a nação a uma revolução ou ao caos total.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Resenha #109 O Álbum

Título: O Álbum
Autor: Timothy Lewis
Editora: Novo Conceito
Páginas: 240
Gênero: Romance
Classificação: 3 estrelas

Sinopse: Para Adam, negociante de objetos usados, a casa de Gabe Alexander é apenas uma propriedade que será esvaziada e vendida pelo maior lance. Entretanto, em meio às prateleiras repletas de relíquias, um álbum antigo atrai sua atenção. Nele há cartões-postais amarelados pelo tempo, escritos ao longo de 60 anos. Intrigado, Adam começa a lê-los: eles estão cheios de frases românticas e delicadas, as provas do amor incondicional entre Gabe e Pearl Alexander.
Gabe cuidava para que um cartão chegasse às mãos de Pearl todas as sextas-feiras. Cada um deles possui não apenas um poema, mas verdades preciosas sobre o cotidiano de um casal que viveu um sonho. A soma de todas essas verdades talvez responda perguntas que Adam se faz há muito tempo.

“Muito mais que um sentimento, aquela paixão era um fato, 
um fato altamente protegido e baseado na gentileza 
compartilhada por almas gêmeas.”

Em O Álbum conhecemos Adam, um negociante de objetos usados, que teve seu casamento destruído e nunca se recuperou do divórcio. Adam queria muito saber onde ele tinha errado e como tinha deixado seu casamento acabar. É então que, ao negociar os objetos usados da casa dos Alexander, ele descobre uma coleção de álbuns repletos de cartões postais, que eram entregues toda sexta-feira, durante o longo tempo de casamento até o Sr. Alexander falecer. Estes postais guardavam poemas que ele fazia especialmente para a esposa; poemas que simbolizavam os momentos incríveis que viveram juntos durante todo aquele tempo.


terça-feira, 1 de setembro de 2015

Guia de Sobrevivência Bienal 2015


Hey Galera! Como estão?

A Bienal do Livro 2015 está chegando e eu tenho certeza que estamos todos muito ansiosos. Por isso resolvi montar um guia de sobrevivência com as principais informações que quem for ao evento precisa saber.





1. Faça uma lista com os livros desejados.

Antes de sair de casa, já esteja com a lista dos livros que você deseja comprar preparada. Divida a lista por editora, assim vai ser mais fácil se organizar principalmente se a sua intenção (como a minha) é comprar muitos livros rsrs.



quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Resenha #108 A Garota no Trem

Título: A Garota no Trem
Autor: Paula Hawkins
Editora: Record
Ano: 2015
Classificação: 2 estrelas
Sinopse: Um thriller psicológico que vai mudar para sempre a maneira como você observa a vida das pessoas ao seu redor.
Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Jason –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.
Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota no trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.


Hey galera! Como estão?

Hoje trouxe novidades para essa resenha de A Garota no Trem! A minha amiga Marina, me convidou para participar do vlog dela e falar um pouco sobre o que achei desse livro, então a resenha excepcionalmente dessa vez, será em vídeo!

Espero que vocês apreciem e não deixem de comentar ;)



Xoxo

sábado, 22 de agosto de 2015

Resenha #107 Beleza Perdida

Título: Beleza Perdida
Autor: Amy Harmon
Editora: Verus
Ano: 2015
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose… até tudo na vida dele mudar.

Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido.

Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.


Sabe aquele livro que você lê e ao final fica sem palavras para descrever o quanto ele te tocou? Pois é, estou vivendo esse momento...

Quando ouvi falar de Beleza Perdida eu sabia que precisava ler esse livro, novamente aquele feeling me dizia que eu iria me apaixonar por essa história e foi dito e feito, ou melhor, lido e feito.

Beleza Perdida é um releitura moderna e sensível de A Bela e a Fera. Por releitura eu quero dizer que o livro pega alguns elementos de A Bela e a Fera e adapta para a sua história, principalmente a questão do feio versus belo e se existe ou pode existir amor verdadeiro entre ambos.


terça-feira, 18 de agosto de 2015

#2 Capas, capas e + capas - O Sol é para Todos

Demorou mas chegou! 

Hoje na coluna Capas, capas e + capas, vamos mostrar as diferentes edições de O Sol é para Todos da Harper Lee, ao redor do mundo. Confere aí e não deixe de comentar qual é a sua preferida. 






Para começar, escolhi essa capa da edição brasileira de 1963. Linda, linda ela pode até não ser, mas eu amo essa montagem com os rostos, a forma como o título está escrito. Bom, eu acho essa capa muito bonita e se eu achar por aí em algum sebo é certeza que compro na hora! rs - Barbara




Mais uma edição brasileira. Essa foi lançada recentemente pela Record, através do selo José Olympio, e está linda! Achei bem legal eles colocarem o título original na capa e ao contrário da capa de 63, agora temos o Mockinbird como "protagonista". Eu acho ela linda, e vocês? Alguém tem essa edição? - Barbara


Adorei a nova capa nacional, adoro esse jeito emborrachado mas tenho que concordar com a Tati Feltrin que para uma edição definitiva faltou uma mini biografia da autora e/ou algum comentário crítico sobre a obra. - Michelli

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Resenha #106 Legend (Trilogia Legend #1)

Título: Legend - A verdade se tornará lenda
Autor: Marie Lu
Editora: Prumo/Rocco
Ano: 2011
Páginas: 256
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C., na atual República da América, conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando o irmão desta é assassinado e a ela cabe a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda. O que outrora foi o oeste dos Estados Unidos é agora o lar da República, uma nação eternamente em guerra com seus vizinhos. Nascida em uma família de elite em um dos mais ricos setores da República, June é uma garota prodígio de 15 anos que está sendo preparada para o sucesso nos mais altos círculos militares da República. Nascido nas favelas, Day, de 15 anos, é o criminoso mais procurado do país; porém, suas motivações parecem não ser tão mal-intencionadas assim. De mundos diferentes, June e Day não têm motivos para se cruzarem – até o dia em que o irmão de June, Metias, é assassinado e Day se torna o principal suspeito. Preso num grande jogo de gato e rato, Day luta pela sobrevivência da sua família, enquanto June procura vingar a morte de Metias. Mas, em uma chocante reviravolta, os dois descobrem a verdade sobre o que realmente os uniu e sobre até onde seu país irá para manter seus segredos.


Mais uma distopia chegando na área!

Acho que já deu para perceber que nós gostamos muito de distopia né? E é claro que não poderia deixar de resenhar essa trilogia que sou muito fã! Hoje é dia de Legend baby!

Em Legend, Marie Lu nos apresenta um futuro distópico onde nossos protagonistas vivem. Day é um dos fora da lei mais procurados da Republica, ninguém sabe como é sua aparência ou suas motivações, apenas que ele causa muitos problemas e nunca foi pego ou identificado.
Do outro lado da moeda nós temos June, uma jovem prodígio, famosa por ter marcado o número exato de pontos em sua prova de aptidão, aos 15 anos já estar se formando na faculdade e também por ser uma ‘encrenqueira’. June é uma garota da Elite que perdeu os pais muito cedo e foi criada pelo irmão, um oficial militar.

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Resenha #105 Mentiras que Confortam

Título: Mentiras que Confortam
Autor: Randy Susan Meyers
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 368
Classificação: 3 estrelas
Sinopse: Cinco anos atrás...
Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção.
Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Agora ela questiona se está preparada para o papel de esposa e mãe.
Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele.
Hoje...
Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje.


Quando a Novo Conceito anunciou o lançamento desse livro eu logo me interessei, gosto de filmes sobre dramas familiares mas quase nunca leio livros com esse tipo de abordagem.

Em Mentiras que Confortam conhecemos Tia que aos 24 anos se apaixonou por Nathan, um professor universitário casado de 36 anos. Tia o admirava a ponto de quase acha-lo perfeito e desde o início da relação sempre quis ir além. Mas ao contar sobre a gravidez viu que ele jamais abandonaria a família, ela se recusa a fazer um aborto e ele a abandona. Tia decide pela adoção por não encontrar coragem pra criar a criança de um homem que ainda ama. Passados 5 anos, a cada aniversário de sua filha, ela recebe algumas fotos da menina que em seu íntimo chama de Honor, mas seus pais adotivos lhe deram o nome de Savannah. Varias questões se passam na cabeça de Tia, bate o arrependimento, o desejo de ser uma mãe para Honor, de realizar simples tarefas da maternidade, se um dia ela seria procurada pela filha, se teria vontade de saber de onde veio. Com isso na cabeça Tia resolve então mandar umas fotos para Nathan que precisava saber que tinha tido uma filha.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Resenha #104 A Herdeira (Série A Seleção #4)

Título: A Herdeira
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 390
Classificação: 4 estrelas
Sinopse:Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.



E quando todo mundo achava que A Seleção se resumiria a uma trilogia, Kiera Cass anunciou que na verdade seria uma série e nós, pobres mortais, continuamos escravos de suas histórias... (hahaha)



Bom, em A Herdeira nós vemos uma passagem de tempo de 20 anos após a seleção que elegeu America como nova princesa e futura rainha de Iléa #todascomemora. Agora conhecemos seus filhos e a situação do país após Maxon assumir o reinado.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Resenha #103 A Rainha Vermelha (Red Queen #1)

Título: A Rainha Vermelha
Autor: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Gênero: Distopia
Classificação: 2 estrelas
Sinopse: O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.
Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração.


Se eu pudesse resumir essa resenha em uma música da Taylor Swift seria... Dá play e curte aí a resenha ;)



Bom, vou começar fazendo um breve resumo e falar dos pontos positivos!

Em A Rainha Vermelha conhecemos Mare Barrow, uma jovem que está com cerca de 16 ou 17 anos e vive em uma sociedade dividida entre Vermelhos e Prateados.

Os Vermelhos são a base da sociedade, praticamente escravos que vivem em uma situação muito ruim. Alimentos e energia racionados, necessidades básicas não atendidas além de serem forçados a lutar por seu país em uma guerra interminável.
Os Prateados são os que dominam a sociedade e pelo simples motivo de terem poderes especiais. Cada prateado tem uma habilidade especial, eles podem dominar a água, fogo, animais, metal e muitas outras coisas e por esse motivo são os que dominam e claro, são os Monarcas dessa sociedade.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Resenha #102 Tocando as Estrelas (Famous in Love #1)

Título: Tocando as Estrelas
Autor: Rebecca Serle
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 224
Classificação: 2 estrelas
Sinopse: Quando Paige Townsen deixa de ser uma simples aluna do ensino médio para se tornar uma celebridade, sua vida muda do dia para a noite. Em menos de um mês, ela troca as ruas da sua cidade natal por um set de filmagem no Havaí e agora está conhecendo melhor um dos homens mais sexies do planeta segundo a revista People. Tudo estaria perfeito se o problemático astro Jordan Wilder não fincasse o pé em uma das pontas desse triângulo cinematográfico. E Paige começa a acreditar que a vida, pelo menos para ela, imita a arte.


Recebi Tocando as Estrelas de parceria com a Novo Conceito e escolhi esse em especial no escuro. Tenho me surpreendido no bom sentido, quando leio livros assim sem conhecer ou sem ter lido a sinopse, pena que esse não foi o caso. De cara achei que era sobre música, isso quando eu não sabia quase nada sobre o livro e gostei da surpresa quando descobri que tem a ver com cinema. E mais, com algo que muitos leitores adoram.

Paige Townsen é uma garota de 17 anos que desde criança sonha em ser atriz. Ela gosta de ler roteiros de cinema e está sempre participando de peças escolares. Todo mundo tem seus talentos natos e o dela é o teatro. Sendo a caçula de 4 irmãos ela se sente um pouco a margem e a família não leva a sério essa ambição dela de ser atriz. Paige tem dois amigos próximos, Cassandra e Jake. Cassandra é aquela amiga que eu acho que todo mundo tem, antenada na vida dos artistas e bem humorada. Jake é um ativista, inteligente, o bom amigo.

A vida de Paige muda quando ela vê um anuncio de testes para a adaptação cinematográfica do livro Locked, um dos favoritos de sua amiga Cassandra. Uma trilogia de sucesso internacional sobre a adolescente August que se vê envolvida em um triangulo amoroso com seu namorado Ed e sua grande paixão Noah, após um acidente de avião que a deixa em uma ilha misteriosa. Ela se faz de desinteressada mas lê o livro e acaba fazendo o teste com Rainer primeiro contratado que é filho do produtor do filme e desde criança atua em grandes produções.

Logo ela está no Havaí.

terça-feira, 21 de julho de 2015

Resenha #101 Fragmentados (Unwind Dystology #1)

Título: Fragmentados
Autor: Neal Shusterman
Editora: Novo Conceito
Páginas: 320
Gênero: Distopia
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Em uma sociedade em que os jovens rejeitados são destinados a terem seus corpos reduzidos a pedaços, três fugitivos lutam contra o sistema que os fragmentaria .
Unidos pelo acaso e pelo desespero, esses improváveis companheiros fazem uma alucinante viagem pelo país, conscientes de que suas vidas estão em jogo. Se conseguirem sobreviver até completarem 18 anos, estarão salvos. No entanto, quando cada parte de seus corpos desde as mãos até o coração é caçada por um mundo ensandecido, 18 anos parece muito, muito longe.
O vencedor do Boston Globe-Horn Book Award, Neal Shusterman, desafia as ideias dos leitores sobre a vida: não apenas sobre onde ela começa e termina, mas sobre o que realmente significa estar vivo.


Estou surtando!

Gente! Que livro incrível!!! Estou me perguntando até agora como não tinha lido ele antes!!!

30 segundos de surtos depois...

Hey pessoal, como estão?

Hoje eu estou muito empolgada e louca para escrever sobre esse livro para vocês. Sério, a minha mente ficou alucinada e eu ainda estou na ‘vibe’ do livro, que acabei de terminar de ler, então preparem-se para uma resenha apaixonada!

“Eu prefiro ser parcialmente grande a ser completamente imprestável.

Fragmentados é uma distopia que nos apresenta uma sociedade reformulada após a Guerra de Heartland, que nada mais foi que a população dividida entre os Pró-Vida, aqueles que eram contra o aborto, e os Pró-Escolha, que entendiam que era uma opção da mãe abortar ou não. Para chegar a paz, foi desenvolvido uma lei que agradou ambos os lados e enfim a paz foi restabelecida.

Essa lei foi chamada de A Lei da Vida, ela protegia o feto, a criança e o adolescente até a idade de 13 anos. Sua vida deveria ser mantida e protegida até essa idade, a partir de então os pais teriam a opção de “abortar” a criança retroativamente caso não quisessem mantê-la por qualquer motivo, ou seja, doar seus órgãos e partes do corpo para que assim ela fosse útil para a sociedade de alguma forma. Esse processo passou a ser chamado de Fragmentação e uma pratica muito comum naquela sociedade.

sábado, 18 de julho de 2015

Resenha #100 Eu te darei o Sol

Título: Eu te darei o Sol
Autor: Jandy Nelson
Editora: Novo Conceito
Páginas: 384
Gênero: YA
Classificação: 3 estrelas
Sinopse: Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia.
Mal-entendidos, ciúmes e uma perda trágica os separaram definitivamente. Trilhando caminhos distintos e vivendo no mesmo espaço, ambos lutam contra dilemas que não têm coragem de revelar a ninguém.
Contado em perspectivas e tempos diferentes, EU TE DAREI O SOL é o livro mais desconcertante de Jandy Nelson. As pessoas mais próximas de nós são as que mais têm o poder de nos machucar.


Hey pessoal! Como estão?

Hoje a resenha é sobre um dos lançamento mais esperados por essa que vos escreve rsrs.

Quando chegou a notícia que a Novo Conceito iria trazer o mais recente lançamento da Jandy Nelson eu fiquei muito empolgada porque amei “O céu está em todo lugar”, sua primeira obra e é um livro que volta e meia releio porque amei demais, então 'Eu te darei o sol' me encheu de esperanças de que iria se tornar o meu mais novo queridinho...

A história tem uma premissa muito interessante, nós conhecemos os gêmeos Noah e Jude que são extremamente ligados e ao mesmo tempo não são. Os irmãos se amam e se sabotam na mesma medida, é uma relação complicada e que não gerou muita simpatia em mim.
O livro é contado na visão dos gêmeos em duas épocas diferentes, entre os 13 e 14 anos pelo Noah e aos 16 pela Jude. Um evento muito importante entre essa época é o que marca a mudança na interação entre eles.

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Resenha #99 Convergente (Trilogia Divergente #3)

Título: Convergente
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 528
Gênero: Distopia
Classificação: 3 estrelas
Sinopse: A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente, de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor.




“Pessoas da Erudição que vão para a Audácia se tornam cruéis e brutais. Pessoas da Franqueza que vão para a Audácia costumam se tornar viciados em adrenalina, exaltados que gostam de arrumar briga. E pessoas da Abnegação que vão para a Audácia se tornam... não sei, acho que soldados. Revolucionários.”

Não sei nem como começar essa resenha, minha vontade é sentar, chorar e depois tacar fogo nesse livro, tamanha a minha revolta!



Antes de qualquer coisa, preciso avisar que essa resenha será um pouco ácida, então se você gostou do livro... sinta-se livre para discordar da minha opinião. Se você não gostou, aproveite esse espaço e destile seu veneno/raiva/ódio. Se você ainda não leu... é... leia e venha comentar sua opinião!