terça-feira, 24 de outubro de 2017

Sobre Primeiros Beijos #13

Chegamos a edição de número 13 da coluna mais beijoqueira desse blog! Se você é novo por aqui, a Sobre Primeiros Beijos reúne os trechos dos primeiros beijos dos casais dos livros que as GeLs já leram. Nem todos tem resenha, mas os que tiverem vou deixar o link. Pode ser que esses casais fiquem juntos ou não... então não se preocupem com spoilers ;)

Ah, temos trilha sonora, então dá play aí e vem se apaixonar!






Wilson se virou para mim de repente, as suas mãos seguraram o meu rosto, seus dedos deslizando em meu cabelo. Com seus olhos nos meus, ele abaixou a cabeça e roçou os lábios contra a minha boca, uma vez e novamente, como se tivesse medo que Alice começasse a puxar um coro de “Droga” se ele se afastasse. Seus lábios eram firmes e sua respiração fez cócegas em meus lábios. Meu coração batia forte na minha garganta e minha mente gritou para mim, pedindo-me para arquivar todos os detalhes do evento que eu tinha sonhado, mas nunca ousei esperar. Wilson estava me beijando! E então eu não conseguia pensar em nada. Seus lábios estavam insistentes, suas mãos me puxando para a frente, para ele, quando sua boca se movia contra a minha, e depois abrindo os lábios suavemente com sua língua buscando a entrada. E eu deixei-a entrar, então seus braços estavam ao meu redor, e o beijo tornou-se algo mais. Não era um jogo, não era um show, era nosso e a sala ao nosso redor não existia.

Blue e Wilson – A Different Blue



sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Resenha #205 Nunca Olhe Para Dentro

Título: Nunca Olhe Para Dentro
Autor: Amanda Ághata Costa
Editora: Independente
Gênero: Romance 
Páginas: 482
Classificação: 4 estrelas
Formato: Ebook

Adquira: http://amzn.to/2xCaqKR

Sinopse: Nem sempre a vida é colorida como um quadro ou suave como uma pincelada, às vezes é o contrário de tudo isso. Depois de perder os pais em um acidente de carro aos oito anos, a única coisa que Betina precisa fazer é encontrar o responsável por ter destruído sua família na noite que daria início à sua próspera carreira como pintora. Agora, longe dos pincéis e das paletas, ela está focada em terminar a primeira graduação e procurar na justiça um pouco de consolo para o caos que o seu passado ainda traz. Ao lado de seus amigos e sob o teto de uma tia que a detesta, ela perceberá de que cores as pessoas são feitas, e do quanto é realmente necessário olhar para dentro de tudo aquilo que a assombra, mesmo que para isso precise passar por uma inesperada decepção.


“A vida pode ser um belo quadro, 
se você souber pintá-lo com o pouco que tem.”


Esta é a história de Betina, uma estudante de psicologia que perdeu seus pais muito nova e enfrenta as consequências do desastre até hoje. Ela era um prodígio, com um futuro brilhante à frente como pintora, mas após a morte dos pais, sua vida muda drasticamente e as cores foram roubadas de sua vida à força. Nossa mocinha tem uma tia, seu único parente vivo, que considera sua existência uma afronta à humanidade e faz de tudo para que a vida da garota seja um inferno. E ainda acha que isso é muito pouco perto do que Betina realmente merecia.

sábado, 7 de outubro de 2017

Resenha #204 Without Merit

Título: Without Merit
Autor: Colleen Hoover
Editora: Atria Books
Páginas: 384
Gênero: YA, Jovem Adulto
Ano: 2017
Idioma: Inglês
Classificação: 5 estrelas
Adquira: ebook / físico


Sinopse: “Nem todo erro merece uma consequência. Tudo que merecem, às vezes, é perdão.”

A família Voss é tudo, menos normal. Eles vivem em igreja adaptada, recentemente batizada como Dollar Voss. A mãe, que já teve câncer, vive no porão. O pai é casado com a antiga enfermeira da mãe. O irmão mais novo não pode comer ou fazer nada divertido, e os irmãos mais velhos são irritantemente perfeitos. E então, existe a Merit.

Merit Voss coleciona troféus que ela não ganhou e segredos que sua família a força a guardar. Enquanto procura por um novo troféu em uma loja de antiguidades, ela encontra Sagan. Sua esperteza e idealismo indesculpável a desarmam e acendem uma nova faísca de vida dentro dela – até que ela descobre que ele é completamente indisponível. Merit se retrai ainda mais, vendo sua família de longe, quando ela descobre um segredo que troféu nenhum no mundo poderia consertar.

Cansada das mentiras, Merit decide destruir a ilusão de família feliz da qual ele nunca fez parte antes de deixá-los de uma vez por todas. Quando seu plano de escape falha, Merit é forçada a lidar com as consequências de contar a verdade e perder o único garoto que ela ama.


“Suas emoções e reações são válidas, Merit. 
Não permita que te digam o contrário. 
Só você pode senti-las.”


Without Merit mexeu tanto comigo que, dias após a leitura, eu ainda estou sem palavras. É fato que amo todo os livros da Colleen, mas a preciosidade do que ela criou aqui e o fato de que, em um mundo tão imerso em caos, alguém investiria seu tempo em uma história deste tipo me encanta.

Esta é a história de Merit, uma garota de dezessete anos emocionalmente complexa. A verdade é que, apesar de parecer uma garota comum, ela esconde segredos e cicatrizes profundas. Conforme avançamos na leitura podemos ver que sua família tem sérios problemas de relacionamento, o que a faz sentir-se cada vez mais insignificante. O fato de ter uma irmã gêmea também mexe com Merit. É como se sua irmã tivesse tudo e a tornasse invisível. E é por causa de tal irmã que Sagan entra em sua vida. Bom, vocês conhecem os mocinhos da Colleen. São todos lindos, fofos e apaixonantes, que fazem com que você caia de amores por eles em um piscar de olhos e coisa e tal. Sim, vocês sabem do que estou falando. Sagan é tudo isso...  e um pouco mais, mas está fora dos limites se apaixonar por ele, porque .... AHA! TE PEGUEI. Acho melhor deixar que vocês mesmos descubram.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Resenha #203 Sorrisos Quebrados (Quebrados #1)

Título: Sorrisos Quebrados
Série: Quebrados
Ordem: 1
Autor: Sofia Silva
Editora: Valentina
Gênero: Romance, drama
Páginas: 240
Ano: 2017
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Sorrisos Quebrados gira em torno de três personagens: a jovem Paola, a pequena Sol e seu pai, André. Os três são vítimas de violências distintas, que deixaram marcas profundas em cada um. Trata-se de uma história de superação de dores, magia, estrelas e de como importantes laços humanos podem se formar a partir da autoaceitação, da arte e da tolerância no cotidiano.



And I see your true colors
Shining through
I see your true colors
And that's why I love you
So don't be afraid to let them show
Your true colors
True colors are beautiful
Like a rainbow*

True Colors, não poderia começar essa resenha sem essa música. Ela me acompanhou durante toda a leitura e é a trilha sonora perfeita, então dá play aí e vem comigo nessa resenha \o/



Eu conheci esse livro através das propagandas de outros leitores no facebook. Em vários grupos as pessoas falavam tão bem que me instigou, coloquei na lista e comprei na Bienal 2017. Também foi o primeiro livro que escolhi ler dos tantos que comprei esse ano por lá e que ótima escolha!

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Resenha #202 Mr. Romance

Título: Mr. Romance
Série: Masters of Love
Ordem: 1
Autor: Leisa Rayven
Editora: Globo Alt
Gênero: New Adult
Páginas: 358
Ano: 2017
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Max Riley é um homem incrível que pode fazer com que as fantasias mais fantásticas ganhem vida: sob o alter ego de Mr. Romance, ele pode ser um bilionário dominador, um bad boy inocente, um geek sexy ou qualquer outro personagem que satisfaça os desejos das mulheres solitárias da alta sociedade de Nova York. No entanto, nada disso envolve sexo: são apenas encontros inesquecíveis. 
Intrigada com a lenda urbana de Mr. Romance, a jornalista Eden Tate está determinada a publicar uma matéria revelando a identidade e as artimanhas de Max. Desesperado para proteger seu anonimato e de suas clientes, Max desafia Eden a ter com ele três encontros: se ela não se apaixonar por ele, poderá publicar a matéria. Caso contrário, deverá esquecer a história.
Eden não tem dúvidas de que conseguirá resistir a todos os falsos personagens de Mr. Romance, mas será que é seguro entrar no jogo do maior mentiroso de todos?


“Talvez sua conquista mais impressionante tenha sido me ajudar 
a finalmente entender que o romance é incrível – e qualquer um 
que tente te dizer o contrário está apenas enganando a si mesmo.”


Antes de tudo, aperte o play. Confie em mim...



domingo, 1 de outubro de 2017

#nowreading Nunca Olhe Para Dentro

Título: Nunca Olhe Para Dentro
Autor: Amanda Ághata Costa
Lançamento: 03/10/2017
Formato: Ebook
Encontre na Amazon


Sinopse: Nem sempre a vida é colorida como um quadro ou suave como uma pincelada, às vezes é o contrário de tudo isso. Depois de perder os pais em um acidente de carro aos oito anos de idade, a única coisa que Betina precisa fazer é encontrar o responsável por ter destruído sua família na noite que daria início à sua próspera carreira como pintora. Agora longe dos pincéis e das paletas, ela está focada em terminar a primeira graduação e procurar na justiça um pouco de consolo para o caos que o seu passado ainda traz. Ao lado de seus amigos e sob o teto de uma tia que a detesta, ela perceberá de que cores as pessoas são feitas, e do quanto é realmente necessário olhar para dentro de tudo aquilo que a assombra, mesmo que para isso precise passar por uma inesperada decepção.



"As suas cores podem ser infinitas.
Dê valor a todas elas."


Estão preparados para fortes emoções? Isto é o que a autora promete em Nunca Olhe Para Dentro, romance que será lançado na próxima terça, 03/10, pela Amazon. A Amanda nos deu a honra de lermos os três primeiros capítulos, e vamos contar um pouquinho para vocês.

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Resenha #201 Tony & Susan

Título: Tony & Susan
Autor: Austin Wright
Editora: Intrínseca
Gênero: Suspense/Thriller
Páginas: 334
Ano: 2011
Classificação: 3,5 estrelas

Sinopse: Há vinte e cinco anos, Susan Morrow deixou Edward Sheffield, seu primeiro marido. Certo dia, instalada confortavelmente na casa em que mora, com os filhos e o segundo marido, inesperadamente ela recebe, pelo correio, um embrulho que contém o manuscrito do primeiro romance escrito por Edward. Ele lhe pede que leia seu livro: Susan sempre foi sua melhor crítica, justifica. Tony e Susan, de Austin Wright, publicado originalmente nos Estados Unidos em 1993, ganha nova edição, dezoito anos depois de seu lançamento, por se tratar, segundo seus editores, da “mais impressionante obra de arte da ficção americana desde Revolutionary Road, de Richard Yeats”, publicado no Brasil como Foi apenas um sonho.
Ao iniciar a leitura, Susan é arrastada para dentro da vida do personagem Tony Hastings, um professor de matemática que leva a família de carro para a casa de veraneio no Maine. Quando a vida comum e civilizada dos Hastings é desviada de seu curso de forma violenta e desastrosa, Susan se vê novamente às voltas com seu passado, obrigada a encarar a própria escuridão e a dar um nome para o medo que corrói seu futuro e que vai mudar sua vida.

Tony e Susan foi um livro que comprei na bienal de 2013 ou 2015 numa promoção bem boa e acabei deixando o tempo passar sem ler, recentemente ele foi o escolhido para a leitura do mês das GeLs e fui com bastante sede ao livro porque esperava um suspense grandioso rsrs.

Tudo estava indo muito bem, história fluindo, narrativa sagaz e inteligente. Eu sentia que o livro ia em um crescente e me preparava para um desfecho no mínimo digno! E, bom...

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Resenha #200 Hollywood Dirt

Título: Hollywood Dirt
Autor: Alessandra Torre
Editora: Kindle Edition
Gênero: Romance
Páginas: 414
Ano: 2015
Classificação: 3 estrelas

Sinopse: Cole Masten. Foi abandonado por sua esposa Superstar, o marido perfeito de Hollywood agora é o solteiro mais sexy de Hollywood: festeiro e enroscando-se ainda mais difícil. Cuidado Los Angeles, há um novo bad boy na cidade.
Simmer Jenkins. Eu, uma garota presa na pequena cidade de Quincy, Georgia. Eu posso cozinhar um pouco de frango e dumplins, posso blefar para um homem em um jogo de poker arrancando as suas economias e fui eleita com a senior mais amigavel no meu último ano.
Nós éramos de mundos diferentes. Nossas vidas não deveriam ter colidido. Mas, em seguida, Cole Masten leu um livro sobre a minha pequena cidade. Seis meses depois, seu jato pousou na nossa pista empoeirada e trouxe Hollywood com ele.
Desde o início, eu sabia que ele era um problema. Para nossa cidade. E para mim.
Às vezes, os opostos não estão preparados para se atrair.

Hey pessoal! Sentiram falta de resenhas novas por aqui? Mês de bienal, muitas coisas acontecendo mas finalmente consegui tempo para escrever essa resenha.

Hollywood Dirt, segundo livro que li da Alessandra Torre, autora best-seller do New York Times, que é cheia de fãs em vários grupos de leitores de livros random rsrs, mas que ainda não foi publicada no Brasil! Não sei como…

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Resenha #199 Mundos Paralelos - A Ponte + Entrevista e Sorteio

Título: Mundos Paralelos - A Ponte
Autor: Rosana Ouriques
Editora: Editora Insular
Gênero: Fantasia
Páginas: 226
Ano: 2017
Classificação: 3 estrelas


Sinopse: Desde que o deus Uno se dividiu e se despedaçou, os mundos superior e inferior e seus respectivos seres lutavam para sobressaírem-se, obtendo o domínio dos mundos paralelos. Os que eram essencialmente bons queriam que o bem dominasse; os que eram essencialmente maus queriam que o mal reinasse, mas não era assim que deveria acontecer. Para que o equilíbrio fosse restaurado, tanto o bem quanto o mal eram necessários. A dualidade existia para que a harmonia fosse alcançada. O deus Uno havia se fragmentado para que cada partícula de sua essência pudesse alcançar o conhecimento e assim, evoluir. Na verdade não existiam opostos, apenas intensidades diferentes. O bem é tão somente o mal em sua menor intensidade; e o mal é igualmente o bem em seu menor grau, mas um não pode existir sem o outro. Ambos nasceram de uma mesma fonte. Ambos possuem a essência um do outro. Ambos são um.


Olá meu povo, como estão?

A resenha da vez é de um livro nacional, quem nos acompanha aqui no blog sabe o quanto amamos falar e dar visibilidade para autores nacionais e dessa vez, lhes apresento Mundos Paralelos – A ponte, primeiro livro da série Mundos Paralelos.

Em A Ponte conhecemos Angak, uma jovem muito curiosa, que deseja expandir seus conhecimentos sobre os deuses, sobre o mundo e si própria. Porém esse desejo não é tão simples de se obter, primeiro porque os Anciões detêm para si a principal fonte de estudo que só poderia ser acessada no período certo do ano e de acordo com as cerimônias. Mas isso não impede nossa protagonista de ir atrás do que quer.

Angak vive com sua irmã mais velha, Anah. Elas perderam os pais cedo e desde então sobrevivem da melhor maneira possível sozinhas. Anah é uma sacerdotisa da terra, ela tem profundo conhecimento de plantas e as estuda com prazer. Como irmã mais velha, assume a criação de Angak. Nossa mocinha conta ainda com Maya, sua melhor amiga. Maya é aquele tipo de amiga que está sempre por perto para animar e ajudar, as duas tem uma relação muito bonita.

“Você deve ser quem é e não quem os outros esperam que você seja. Precisa aceitar o seu eu nesta fase de sua vida, mesmo que para isto seja necessário opor-se a certos conceitos e valores.”

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Resenha #198 Bad Mommy

Título: Bad Mommy
Autor: Tarryn Fisher
Editora: CreateSpace Independent Publishing Platform
Gênero: Thriller, Contemporary
Páginas: 231
Ano: 2016
Classificação: 4 estrelas



Sinopse: Quando Fig Coxburry compra uma casa na Rua Barett Street, não é porque ela gosta do bairro, nem porque gosta da casa. É porque tudo que ela deseja está na porta ao lado: o marido, a criança, e a vida que pertence à outra pessoa.


“Eu te vejo conquistando coisas que não merece, vivendo a vida. É uma tremenda merda. Fico ressentida porque sou mais merecedora do que você. Eu poderia ser uma melhor “você”. Fim da história. Eu sou cada mulher, estão todas em mim”. - Fig


Por onde começar? Todo mundo sabe que a Tarryn é louca, mas este livro foi o mais maluco ever. Superou Mud Vein (na insanidade apenas, na genialidade MV ainda é o THE BEST EVER!). Aqui temos três pontos de vista diferentes. O primeiro deles é da Fig. Como posso começar a falar desta mulher? Sabe aquelas pessoas para quem não existem limites no que diz respeito a conseguirem exatamente TUDO que elas querem? Pois é, não há limites para a Fig. 

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Resenha #197 Atheists Who Kneel and Pray

Título: Atheists Who Kneel And Pray
Autor: Tarryn Fisher
Editora: Publicação Independente 
Gênero: New Adult
Páginas: 250
Ano: 2017
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Yara Phillips é uma musa errante. Sai com homens que precisam dela, mas sempre vai em direção a algo novo, nunca ficando no mesmo lugar por muito tempo.
David Lisey precisa de uma musa. Um músico talentoso em falta de inspiração lírica. Quando a vê pela primeira vez, sabe que encontrou o que procurava.
Yara acredita que pode dar a David exatamente o que ele precisa para atingir o ápice de seu potencial: um coração partido.
A religião de David é o amor, a de Yara é a tristeza.
Nenhum está disposto a se render, mas a religião sempre requer sacrifícios.


"O amor não é parte de algo. É a única coisa."

Quando fiquei sabendo deste lançamento, fiquei empolgada, mas não fazia ideia da maravilha que Tarryn havia criado. Já estou acostumada com suas loucuras, e anseio por elas de certo modo, pois sei que cada livro será único e brilhante a seu modo. Porém, meu amigo, neste livro ela se superou de uma maneira fantástica. WOW! Então se prepare porque você está prestes a testemunhar uma resenha apaixonada.

Esta é a história de Yara, uma mulher que ainda não encontrou seu lugar no mundo e que esconde cicatrizes profundas de seu passado. Também a história de David, um músico com um coração de ouro. Quando os dois se encontram, é inevitável o clichê de ficarem juntos. Ela é o tipo dele, ele o dela, mas nada nos prepara para todas as emoções e loucuras que o relacionamento destes dois trazem à existência.


segunda-feira, 24 de julho de 2017

Resenha #196 A Different Blue

Título: A Different Blue
Autor: Amy Harmon
Editora: Spencer Hill Press
Gênero: Romance, Nem Adult
Páginas: 454
Ano: 2013
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Blue Echohawk não sabe quem é. Ela não sabe seu nome verdadeiro ou quando nasceu. Abandonada aos dois anos de idade foi criada por um vagabundo, ela não frequentou a escola até que tivesse dez anos de idade. Aos dezenove anos, quando a maioria das pessoas de sua idade está frequentando a faculdade ou seguindo em frente com a vida, ela está apenas no último ano do ensino médio. Sem mãe, nem pai, nem fé, nem futuro, Blue Echohawk é uma aluna difícil, para dizer o mínimo. Resistente, dura e abertamente sexy, ela é o oposto completo do jovem professor britânico que decide que está pronto para o desafio, e coloca a encrenqueira sob sua asa. Esta é a história de um joão-ninguém que se torna alguém. É a história de uma amizade improvável, onde promove a esperança de cura e a redenção se torna amor. Mas se apaixonar pode ser difícil quando você não sabe quem é. Apaixonar-se por pessoas que sabem exatamente quem são, é o que torna impossível de retribuir.


Se você está numa maré de leituras ruins e precisa dar um up ou se quer continuar lendo ótimos livros um atrás do outro, então leia qualquer coisa da Amy Harmon! Após meu terceiro livro dela, posso afirmar que ela entrou no meu top 10 de melhores escritoras! Até o momento ela não me decepcionou e tenho fé de que vai continuar assim rsrs.

Mas vamos falar de A Different Blue, o motivo de vocês estarem lendo essa resenha! Pela sinopse eu tinha um pouco de receio de ler esse livro, não estava com vontade de ler sobre relações aluna/professor por ser um tema que não me atrai. Funcionou com Métrica, mas não com Loving Mr. Daniels, desde então evitei livros com essa premissa. Mas como era um livro da Amy, resolvi dar um chance e acertei!


quarta-feira, 19 de julho de 2017

Resenha #195 O Garoto dos Meus Sonhos

Título: O Garoto dos Meus Sonhos
Autor: Lucy Keating
Editora: Globo Alt
Gênero: YA, romance
Páginas: 264
Ano: 2016
Classificação: 2 estrelas

Sinopse: Desde quando consegue se lembrar, Alice tem sonhado com Max. Juntos eles viajaram o mundo, passearam em elefantes cor-de-rosa, fizeram guerra de biscoitos no Metropolitan Museum of Art... e acabaram se apaixonando. Max é o garoto dos sonhos – e somente dos sonhos – até o dia em que Alice o vê, surpreendentemente, na vida real. Mas ele não faz ideia de quem ela é... Ou faz? Enquanto começam a se conhecer, Alice percebe que o Max dos Sonhos em nada se parece com o Max Real. Ele é complicado e teimoso, além de ter uma namorada e uma vida inteira da qual Alice não faz parte. Quando coisas fantásticas dos sonhos começam estranhamente a aparecer na vida real – como pavões gigantes que falam, folhas de outono cor-de-rosa incandescente, e constelações de estrelas coloridas –, Alice e Max precisam tomar a difícil decisão de fazer isso tudo parar. Mesmo que os sonhos sejam mais encantadores que a realidade, seria realmente bom viver neles para sempre?


A capa é mais bonita que o conteúdo.

Infelizmente vou ter que começar essa resenha dizendo logo de cara que esse livro serve mais pra embelezar a estante do que pra acrescentar algo ou até mesmo distrair. Continue lendo que vou explicar melhor...

Seguindo o desafio das GeLs de 12 livros para 2017, O Garoto dos Meus Sonhos foi o escolhido para junho. Meu primeiro pensamento ao escolhe-lo foi “ele é curtinho e pela sinopse parece ser bem fofo, vou ler em dois tempos”...

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Resenha #194 Pecados no Inverno (As Quatro Estações do Amor #3)

Título: Pecados No Inverno
Série: As Quatro Estações do Amor
Ordem: 3
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de época, romance histórico, romance
Páginas: 288
Ano: 2016
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Agora é a vez de Evangeline Jenner, a Wallflower mais tímida que também será a mais rica quando receber sua herança. Mas primeiro ela tem que escapar das garras de seus ambiciosos parentes, Evie recorre a Sebastian, visconde de St Vincent, um conhecido mulherengo, com uma proposta incrível: que se case com ela!
A fama de Sebastian é tão perigosa que trinta segundos a sós com ele arruínam o bom nome de qualquer donzela. Mesmo assim, esta cativante jovenzinha se apresenta em sua casa, sem acompanhante, para lhe oferecer sua mão.
Mas a proposta impõe uma condição: depois da noite da lua-de-mel, o casal não voltará a ter relações íntimas. Evie não deseja torna-se apenas mais uma que Sebastian descarta sem piedade, o que significa que Sebastian simplesmente tem que trabalhar mais duro na sua sedução... ou, talvez entregar seu coração pela primeira vez em nome do verdadeiro amor.


Definitivamente meu livro favorito entre os romances de época!

Pecados no Inverno é o terceiro livro da série As Quatro Estações do Amor e traz como protagonista Evangeline Jenner, a doce ruiva do quarteto de amigas solteironas autodenominadas Flores Secas. Evie é a mocinha que mais tem problemas em casa, vive com seus tios e sofre constantemente nas mãos deles, até que ela resolve tomar uma decisão corajosa.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Resenha #193 Valsa Maldita

Título: Valsa Maldita
Autor: Tess Gerritsen
Editora: Record
Páginas: 238
Ano: 2016
Gênero: Romance, Thriller
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Uma linda melodia poderia despertar o que há de mais sombrio no ser humano? Um thriller eletrizante da autora de O cirurgião e Jardim dos ossos 

No ambiente frio e sombrio de um antiquário em Roma, a violinista americana Julia Ansdell depara com uma partitura intrigante — a valsa Incendio — e é imediatamente atraída pela peculiar composição. Carregada de paixão, tormento e de uma beleza arrepiante — e aparentemente inédita aos olhos do mundo —, a valsa com seu tom menor fúnebre e seus arpejos febris parece ter vida própria. Determinada a dominar a obra complexa, Julia decide ser o instrumento que fará com que sua melodia seja ouvida. Já de volta à Boston, no instante em que o arco de Julia começa a ser deslocado pelas cordas do violino, desenhando no ar aquelas notas intensas, algo sinistro é despertado — e a vida de Julia fica sob ameaça iminente. A música parece exercer um efeito inexplicável e macabro sobre sua filha pequena, que se mostra drasticamente transformada. Convencida de que a melodia hipnótica de Incêndio está desencadeando uma maldição, Julia decide investigar a história por trás da partitura e encontrar a pessoa que a compôs. Suas buscas a levam à milenar cidade de Veneza, onde Julia descobre um segredo sinistro de várias décadas envolvendo uma família perigosamente poderosa que fará de tudo para impedir que ela revele a verdade ao mundo — custe o que custar.


Em a Valsa Maldita conhecemos Julia, uma violinista que, ao se apresentar com seu quarteto em Roma, compra um livro de músicas ciganas muito antigo, que contém uma valsa chamada Incendio.
Ela se apaixona pela melodia desconhecida de cara e a leva para casa. Quando resolve tocá-la, Julia parece ter acordado algo sombrio e que se apodera de sua filha de 3 anos.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Resenha #192 Uma Tocha na Escuridão

Título: Uma Tocha na Escuridão
Autor: Sabaa Tahir
Série: Uma Chama entre as Cinzas
Ordem: 2
Editora: Verus
Páginas: 434
Ano: 2017
Gênero: Fantasia, Distopia, Romance
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: O segundo livro da história épica e eletrizante sobre liberdade, coragem e esperança. Ambientado em um mundo brutal inspirado na Roma Antiga, "Uma Chama Entre as Cinzas" contou a história de Laia, uma escrava lutando por sua família, e Elias, um soldado lutando pela liberdade. Agora, em "Uma Tocha Na Escuridão", ambos estão em fuga, lutando pela vida. Após os eventos da quarta Eliminatória, os soldados marciais saem à caça de Laia e Elias enquanto eles escapam de Serra e partem numa arriscada jornada pelo coração do Império. Laia está determinada a invadir Kauf, a prisão mais segura e perigosa do Império, para salvar seu irmão, cujo conhecimento do aço sérrico é a chave para o futuro dos Eruditos. E Elias está determinado a ficar ao lado dela - mesmo que isso signifique abrir mão da própria liberdade. Mas forças sombrias, tanto humanas quanto sobrenaturais, estão trabalhando contra eles. Elias e Laia terão de lutar a cada passo do caminho se quiserem derrotar seus inimigos: o sanguinário imperador Marcus, a cruel comandante, o sádico diretor de Kauf e, o mais doloroso de todos, Helene - a ex-melhor amiga de Elias e nova Águia de Sangue do Império. A missão de Helene é terrível, porém clara: encontrar o traidor Elias Veturius e a escrava erudita que o ajudou a escapar... e acabar com os dois. Mas como matar alguém que você ama desesperadamente?


Que livro! Que livro! Que livro!!! O melhor de 2017 até o momento meus caros!

Sabaa Tahir não deixou a peteca cair e nos presenteou com uma continuação ainda mais emocionante do que a aventura que foi o primeiro livro. Sim, as expectativas estavam nas nuvens, eu contava os dias para o lançamento de Um Tocha e tive um leve surto quando comprei meu exemplar rsrs, mas valeu a pena a espera e vou explicar melhor agora!

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Resenha #191 Três Coroas Negras

Título: Três Coroas Negras
Autor: Kendare Blake
Série: Três Coroas Negras
Ordem: 1
Editora: Globo Alt
Páginas: 304
Ano: 2017
Gênero: Fantasia
Classificação: 3 estrelas

Sinopse: Três herdeiras da coroa, cada uma com um poder mágico especial. Mirabella é uma elemental, capaz de produzir chamas e tempestades com um estalar de dedos. Katharine é uma envenenadora, com o poder de manipular os venenos mais mortais. E Arsinoe é uma naturalista, que tem a capacidade de fazer florescer a rosa mais vermelha e também controlar o mais feroz dos leões.
Mas para coroar-se rainha, não basta ter nascido na família real. Cada irmã deve lutar por esse posto, no que não é apenas um jogo de ganhar ou perder: é uma batalha de vida ou morte. Na noite em que completam dezesseis anos, a batalha começa.


Nesta história conhecemos Katherine, Arsinoe e Mirabella, três irmãs que nasceram para reinar, mas que só poderão fazer isso sozinhas. Elas devem disputar a coroa, literalmente, até a morte e, durante toda a sua existência, foram preparadas para serem mortais e não demonstrarem misericórdia.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Sobre Primeiros Beijos #12

E esse dia dos namorados não poderia ficar sem a coluna mais apaixonante e beijoqueira desse blog! Se apaixone comigo por esses casais e pelo inicio de suas histórias de amor. Com vocês, Sobre Primeiros Beijos especial dia dos namorados.







Então sua boca se apoderou da de Lillian e ele começou a beijá-la como se sua vida dependesse disso. Era a primeira vez que um homem beijava Lillian sem pedir permissão. Ela se contorceu e tentou se libertar até Westcliff abraça-la com mais força. Ele cheirava a terra, cavalos e luz solar... e havia algo mais... um cheiro seco e doce que lembrava feno recém-moído. A pressão da boca do conde aumentou, procurando ardentemente os lábio de Lillian até abri-los. Ela nunca tinha imaginado beijos como aqueles, profundos, carícias ternas e impacientes que pareceram lhe tirar as forças, fazendo com que fechasse os olhos e apoiasse no peito duro de Westcliff.

Lillian e Marcus – Era uma vez no outono







sexta-feira, 2 de junho de 2017

Resenha #190 O Jogo (Amores Improváveis #3)

Título: O Jogo
Autor: Elle Kennedy
Série: Amores Improváveis #3
Editora: Paralela
Páginas: 343
Ano: 2017
Gênero: New Adult
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Talentoso, inteligente e festeiro, Dean Di Laurentis sempre consegue o que quer. Sexo, notas altas, sexo, reconhecimento, sexo… É sem dúvida um galanteador de primeira, e ainda está para encontrar uma mulher imune ao seu charme descontraído e seu jeito alegre de encarar a vida. Isto é, até ele se envolver com Allie Hayes. Em uma única noite, essa jovem atriz cheia de personalidade virou o mundo de Dean de cabeça para baixo. E agora ela quer que eles sejam apenas amigos? Dean adora um desafio, e não vai medir esforços para convencer essa mulher tão linda quanto teimosa de que uma vez não é suficiente. Mas o que começa como um simples jogo de sedução logo se torna a experiência mais incrível e surpreendente de sua vida. Afinal, quem disse que sexo, amizade e amor não podem andar de mãos dadas?

Aviso: Se você não gosta de livros com teor adulto (+18) e linguagem chula, evite essa história.

Antes de tudo gostaria de agradecer a Editora Paralela por enviar o kit do livro, muito obrigada e o pote de Nutella foi um dos pontos altos <3 Obrigada mesmo.

Chegamos ao terceiro livro dessa série maravilhosa! Sim, adoro esses jogadores de hockey e se você já leu os primeiros livros, tenho certeza que adora eles também ;)

Chegamos à história de Dean e Allie, o amigo que elevou a palavra mulherengo a outro nível de Garret e a melhor amiga de Hannah. O resultado só poderia ser um: FIRE! Chama o bombeiro!!!



Allie terminou mais uma vez com o namorado de longa data, mas dessa vez nossa mocinha está firme e não quer voltar de forma alguma... mas é difícil resistir quando o ex te conhece muito bem e sabe como te reconquistar. Solução: passar a noite na casa do namorado da melhor amiga e aproveitar o quarto vago já que a melhor amiga está viajando com o namorado, não importa se debaixo do mesmo teto está um dos caras mais sexys e atraentes de toda faculdade!

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Resenha #189 O Primeiro Dia do Resto da Nossa Vida

Título: O Primeiro Dia do Resto da Nossa Vida
Autor: Kate Aberlen
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Páginas: 432
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Tess e Gus foram feitos um para o outro. Só que eles não se encontraram ainda.
E pode ser que nunca se encontrem... Tess sonha em ir para a universidade. Gus mal pode esperar para fugir do controle da família e descobrir sozinho o que realmente quer ser. Por um dia, nas férias, os caminhos desses dois jovens de 18 anos se cruzam antes que os dois retornem para casa e vejam que a vida nem sempre acontece como o planejado.

Ao longo dos dezesseis anos seguintes, traçando rumos diferentes, cada um vai descobrir os prazeres da juventude, enfrentar problemas familiares e encarar as dificuldades da vida adulta. Separados pela distância e pelo destino, tudo indica que é impossível que um dia eles se conheçam de verdade... ou será que não?

O Primeiro Dia do Resto da Nossa Vida narra duas trajetórias que se entrelaçam sem de fato se tocarem, fazendo o leitor se divertir, se emocionar e torcer o tempo todo por um encontro que pode nunca acontecer.


Hey Folks!

Antes de tudo, que título longo! Nada contra e eu até gostei por ter uma justificativa plausível na história, mas caramba... Só consigo pensar no título original em inglês que é Miss You. Simples não?

Mas vamos falar sobre a história, o motivo de você estar aqui lendo essa resenha ;)

O Primeiro dia... conta a história de Gus e Tess. Eles se vêem pela primeira vez durante uma viagem à Itália. Ambos com 18 anos e aproveitando as ultimas férias antes de começar a faculdade.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Resenha #188 Um Beijo Inesquecível (Os Bridgertons #7)

Título: Um Beijo Inesquecível
Série: Os Bridgertons
Ordem: 7
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Páginas: 272
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Toda a alta sociedade concorda que não existe ninguém parecido com Hyacinth Bridgerton. Cruelmente inteligente e inesperadamente franca, ela já está em sua quarta temporada na vida social da elite, mas não consegue se impressionar com nenhum pretendente. 

Num recital, Hyacinth conhece o belo e atraente Gareth St. Clair, neto de sua amiga Lady Danbury. Para sua surpresa, apesar da fama de libertino, ele é capaz de manter uma conversa adequada com ela e, às vezes, até deixá-la sem fala e com um frio na barriga.

Porém Hyacinth resiste à sedução do famoso conquistador. Para ela, cada palavra pronunciada por Gareth é um desafio que deve ser respondido à altura. Por isso, quando ele aparece na casa de Lady Danbury com um misterioso diário da avó italiana, ela resolve traduzir o texto, que pode conter segredos decisivos para o futuro dele.

Nessa tarefa, primeiro os dois se veem debatendo traduções, depois trocando confidências, até, por fim, quebrarem as regras sociais. E, ao passar o tempo juntos, eles vão descobrir que as respostas que buscam se encontram um no outro... e que não há nada de tão simples e de tão complicado quanto um beijo.


Julia Quinn em seu melhor, isso é Um Beijo Inesquecível!

Depois do desastre, na minha opinião (e da Mi também), de O Conde Enfeitiçado, a Julia voltou com tudo e nos presenteou com o melhor de sua escrita em Um Beijo... sétimo livro da série Os Bridgertons.

Chegou o momento de conhecer a história de amor de Hyacinth, a caçula do clã Bridgerton, e de cara nos encantamos por ela. Nossa mocinha é espirituosa, curiosa, divertida e muito inteligente. Poucos conseguem acompanhar seu humor afiado e tem por amiga querida Lady Danbury, vocês se lembram dela dos livros anteriores? Rsrsrs

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Resenha #187 O Ninho Envenenado (As Crônicas do Amanhecer #1)

Título: O Ninho Envenenado
Série: As Crônicas do Amanhecer
Ordem: 1
Autor: R. Silva
Editora: Independente
Gênero: Fantasia
Páginas: 212
Ano: 2017
Classificação: 4 estrelas

Sinopse: Após séculos de paz, uma traição traz caos ao Império. A divisão da dinastia dos Scliros inicia uma guerra por poder, vingança e riqueza, da qual nem todos sairão vivos.



Estamos de volta!
Sentiram nossa falta? Eu sei que sim rsrsrs.
Resenha nova e tripla na área! Se você é antigo por aqui, já conhece as regras, mas se é sua primeira experiência com nossas resenhas triplas, vou explicar: Roxo é a minha cor (Ba), Vermelho são palavras da Mi e Pink da Ra. Aproveite a leitura e não deixe de comentar ao final ;)

Update: A capa foi alterada, então nossas críticas na resenha se referem a anterior.

Hey galera!

É provável que você nunca tenha ouvido falar desse livro, mas prepare-se, um novo nome da fantasia nacional está nascendo! Se você é fã de Game of Thrones, literatura fantástica com cavaleiros, lordes, guerras, traições e personagens badass... então você precisa conhecer O Ninho Envenenado. - Barbara

BRILHANTE! Nem sei por onde começar. Há muito tempo que não leio um livro nacional com um conteúdo tão genuinamente bom. Original? Do meu ponto de vista, sim. É fato que algumas partes lembrarão A Guerra dos Tronos, mas o rumo da história é outro. E neste caso, dizer que a escrita lembra Martin é com a melhor das intenções. - Raquel


Foi a Ba, uma das Gels, que veio me falar desse livro, uma fantasia épica nacional. Ok! Bora ver qual é dessa história, acho até que nunca tinha lido um livro desse gênero de um autor nacional e não vou mentir mas minhas expectativas estavam bem baixas. - Michelli


sexta-feira, 7 de abril de 2017

Resenha #187 A Vida do Livreiro A. J. Fikry

Título: A Vida do Livreiro A. J. Fikry
Autor: Gabrielle Zevin
Editora: Paralela
Páginas: 186
Ano: 2014
Gênero: Romance
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Uma carta de amor para o mundo dos livros
“Livrarias atraem o tipo certo de gente”. É o que descobre A. J. Fikry, dono de uma pequena livraria em Alice Island. O slogan da sua loja é “Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é
um mundo”. Apesar disso, A. J. se sente sozinho, tudo em sua vida parece ter dado errado. Até que um pacote misterioso aparece na livraria. A entrega inesperada faz A. J. Fikry rever seus objetivos e se perguntar se é possível começar de novo. Aos poucos, A. J. reencontra a felicidade e sua livraria volta a alegrar a pequena Alice Island. Um romance engraçado, delicado e comovente, que lembra a todos por que adoramos ler e por que nos apaixonamos.

Resenha tripla na área meu povo! Essa é do buddyread de março e está saindo com um pouco de atraso porque a Ra esteve doente e impossibilitada de escrever, mas já está tudo bem e aqui está a resenha do mês! Lembrando que Roxo é a minha cor (Ba), Vermelho da Mi e Pink da Ra. Enjoy!


Eu não me lembro bem como me interessei por A Vida do Livreiro A.J. Fikry, acho que ouvi algo de algum booktuber, mas acredito que o principal foi porque se tratava de um livreiro em uma cidadezinha que imaginei ser bem o tipo de cidade simpática gostosa pra se morar.
Ele acabou ficando de lado na minha estante e como esse ano resolvemos que cada uma das Gels poderia escolher um livro pra resenha tripla, achei que esse era o momento, um livro curto que parecia ter uma história gostosa e foi por aí mesmo. - Michelli

O que dizer de um livro que supera todas as suas expectativas e provoca os mais lindos sentimentos em você? Fácil! É só gritar a plenos pulmões que o mundo deveria ler. - Raquel

Que livro maravilhoso!
Não tem outra forma de começar essa resenha a não ser dizendo que esse livro é maravilhoso! Foi a escolha da Mi para o nosso buddyread mensal e finalmente tivemos sucesso rsrs. Após duas leituras fracas, A vida do livreiro... foi como um sopro de vento fresco em dias super quentes. É verdadeiramente um livro muito bom. - Barbara

quarta-feira, 29 de março de 2017

Resenha #186 O Erro (Amores Improváveis #2)

Título: O Erro
Autor: Elle Kennedy
Série: Amores Improváveis #2
Editora: Paralela
Páginas: 279
Ano: 2016
Gênero: New Adult
Classificação: 3 estrelas

Sinopse: Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias – a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída. 
Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório – tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. 
Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas.


O pior pesadelo de qualquer pessoa que tenha um melhor amigo ou melhor amiga é se apaixonar pela namorada ou namorado dele (a) né? Fala sério, quem é que gostaria de viver desejando o que nunca poderá ser seu? Pior ainda, se sentir constantemente desconfortável perto do amigo porque está desejando seu par? Deve ser terrível e algo que não desejo para ninguém! Mesmo!

Mas é nesse dilema que nosso mocinho vive. Em O Erro, segundo livro da série Amores Improváveis, acompanhamos a história do jogador de hockey Logan. Ele é o melhor amigo de Garret, protagonista de O Acordo, e está definitivamente apaixonado por Hannah, a namorada de Garret.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Resenha #185 Era Uma Vez no Outono (As Quatro Estações do Amor #2)

Título: Era Uma Vez no Outono
Série: As Quatro Estações do Amor
Ordem: 2
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de época, romance histórico, romance
Páginas: 288
Ano: 2016
Classificação: 4 estrelas

Sinopse: A jovem e obstinada Lillian Bowman sai dos Estados Unidos em busca de um marido da aristocracia londrina. Contudo nenhum homem parece capaz de fazê-la perder a cabeça. Exceto, talvez, Marcus Marsden, o arrogante lorde Westcliff, que ela despreza mais do que a qualquer outra pessoa.

Marcus é o típico britânico reservado e controlado. Mas algo na audaciosa Lillian faz com que ele saia de si. Os dois simplesmente não conseguem parar de brigar.

Então, numa tarde de outono, um encontro inesperado faz Lillian perceber que, sob a fachada de austeridade, há o homem apaixonado com que sempre sonhou. Mas será que um conde vai desafiar as convenções sociais a ponto de propor casamento a uma moça tão inapropriada?


Hey galera, o livro do mês do Desafio das GeLs está acompanhando a estação do ano \o/ Juro que não foi planejado, mas bem conveniente não? rsrs



Era Uma Vez no Outono é o segundo livro da série As Quatro Estações do Amor, e conta a história de Lillian Bowman, a mais velha das irmãs americanas e muito ricas Bowmans. Como a segunda mais velha entre o quarteto das Wallflowers (Flores Secas como a tradução adaptou) é a sua vez de conquistar um marido, mas não um qualquer, um aristocrata!

sexta-feira, 10 de março de 2017

Resenha #184 A Caminho do Azul Sereno (Never Sky #3)

Título: A Caminho do Azul Sereno
Série: Never Sky
Ordem: 3
Autor: Veronica Rossi
Editora: Rocco - Jovens Leitores
Gênero: Ficção Científica, Romance
Páginas: 352
Ano: 2017
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: No derradeiro capítulo da trilogia Never Sky, sucesso da brasileira radicada nos EUA Veronica Rossi, Aria e Perry estão determinados a encontrar o Azul Sereno, o último refúgio contra as tempestades de éter, cada vez mais constantes no mundo em que vivem. Mais do que o amor proibido que os mantém ligados, eles precisam unir Forasteiros e Ocupantes se quiserem sobreviver, e salvar a vida daqueles que amam. Sem escolha e determinados a permanecerem juntos, contra todas as probabilidades, os dois protagonistas partem para a mais perigosa de suas aventuras, que não só colocará à prova seu amor, coragem e capacidade de liderança, como também exigirá grandes sacrifícios. Será que eles estão preparados para a jornada A caminho do Azul Sereno?


E chegamos ao fim de mais uma trilogia </3

Depois da novela que foi a publicação da trilogia Never Sky, finalmente chegamos ao encerramento e não poderia ser melhor! *clap, clap, clap*



Pela Noite Eterna terminou naquela confusão... Cinder sequestrado, Perry levando sua tribo para uma caverna por causa do aumento das tempestades de éter e ainda tendo que lidar com a chegada dos Ocupantes deixados para trás por seu líder Hess. Roar e Perry não se falando, a tensão entre Forasteiros e Ocupantes na caverna cada vez maior e o desespero para encontrar uma solução que os leve ao Azul Sereno antes que seja tarde demais. As coisas não estão fáceis para Perry, mas agora que Ária está novamente ao seu lado, nosso herói está disposto a tudo para fazer o melhor para seu povo.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Resenha #183 Sob a Luz dos Seus Olhos

Título: Sob a Luz dos Seus Olhos
Autor: Chris Melo
Editora: Rocco
Páginas: 320
Gênero: Romance / Literatura Nacional
Classificação: Barbara: 2; Michelli: 1; Raquel: 2

Sinopse: Considerada a “Nicholas Sparks de saia” pelos fãs, por suas histórias românticas voltadas especialmente para o público jovem adulto, a paulista Chris Melo estreia na Rocco, pelo selo Fábrica231, com Sob a luz dos seus olhos. A trama conta a história de Elisa, que embarca para a Inglaterra decidida a começar sua vida adulta, levando na bagagem seus planos e sonhos para o futuro; e Paul, um artista tentando se encontrar e que vive intensamente cada momento. O que poderia ser apenas um encontro casual entre dois jovens tentando achar o seu lugar no mundo se transforma, pelas mãos de Chris Melo, numa profunda jornada de autoconhecimento, superação, perdão e recomeços protagonizada por duas pessoas comuns que experimentam o poder extraordinário do amor. Um presente para quem já é e para quem vai se tornar fã de Chris Melo.


Hey pessoal, última sexta do mês então tem resenha tripla! Em fevereiro lemos no Buddy Read das GeLs esse livro de capa fofa aí em cima rs. Lembrando que roxo é a cor da Barbara, vermelho da Michelli e pink da Raquel. Enjoy


"Esta é a nossa vida, a parte que vale a pena ser contada. Toda a transformação que um ser humano sofreu porque disse sim, toda a magia que só existiu porque, em um dia qualquer, nossos olhos se cruzaram."


Então, sabe aquele livro que você começa a ler cheio de expectativas e acaba com a sua paciência? Pois é. Sinceramente, eu não tenho nem palavras. Sim, eu sei que costumo dizer isso quando o livro é muito bom, mas o que dizer diante de tanta incoerência? Posso falar várias coisas aqui e tentar, com todas as minhas forças, dizer que não é tão ruim assim, mas não seria verdade. - Raquel

Eu prometo, estou tentando ser o mais respeitosa possível enquanto escrevo essa resenha! Não está entendo porque comecei assim? Bom, continue lendo. - Barbara

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Sobre Primeiros Beijos #11

Hey, a coluna mais beijoqueira e apaixonante desse blog está de volta! A primeira edição de 2017 está recheada de beijos para te inspirar e se apaixonar... Não deixe de conferir nossas edições anteriores aqui. Agora aperta play aí e vem comigo.





E simplesmente se beijaram. Docemente, lentamente. O corpo dela jamais havia esquecido o dele, ela passou os braços ao redor do pescoço dele, os dedos dele escorregaram naturalmente pelo cabelo dela, e ela sentiu um rugido no ouvido. Mason puxou-a para si, e ela cedeu com vontade.

Annajane e Mason – Paixão de Primavera







sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Resenha #182 Felizes para Sempre (Quarteto de Noivas #IV)

Título: Felizes Para Sempre
Série: Quarteto de Noivas 4
Autor: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Páginas:  293
Gênero: Romance / Literatura Estrangeira
Classificação: 3,5 estrelas

Sinopse: Em Felizes para sempre, último livro da série Quarteto de Noivas, você vai
descobrir que o amor não avisa que está a caminho e, quando chega, vira
seu mundo de cabeça para baixo.
Parker Brown sabe que subir ao altar é um dos momentos mais extraordinários na vida de um casal. Por isso ela administra a Votos a bem-sucedida empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas com pulso firme e muita dedicação.
Seu dia de trabalho começa cedo às vezes de madrugada, quando alguma noiva ansiosa lhe telefona aos prantos. Mas ela não se importa. Cada vez que ajuda uma mulher a escolher o vestido perfeito para o grande dia ou vê o sorriso nervoso e feliz de um noivo no altar, ela sente que está dando sua contribuição para uma história igual à de seus pais.
Porém a rica, linda e inteligente Parker também quer ser feliz no amor. Só que, em vez do intelectual sensível que sempre esteve em seus planos, parece que o destino lhe reservou uma surpresa.
Malcolm Kavanaugh é um mecânico de automóveis e ex-dublê de filmes de ação. Amigo do irmão de Parker, ele não tem vergonha de elogiar as belas pernas da moça e, com suas mãos ásperas, faz com que a empresária certinha e controladora simplesmente perca o chão.
Agora eles vão descobrir que, mesmo com suas diferenças, podem completar um ao outro. E quem disse que o príncipe encantado não pode chegar numa Harley-Davidson?


Hey pessoal! Como estamos?!

Hoje é dia de encerrar mais uma série de livros e Felizes para Sempre nos proporciona exatamente isso: Um final feliz.

Eu amo os livros da Nora Roberts, li muitos na adolescência, boa parte deles eram emprestados de uma amiga tão fã quanto eu da Nora, mas só anos depois que resolvi começar minha própria coleção de livros da diva do romance, O Quarteto de Noivas foram esses primeiros livros.

Quem já leu as resenhas anteriores foi percebendo minha decepção com a série. O primeiro livro é um amor e reuniu tudo o que gosto nos livros da Nora, mas os seguintes foram de um clichê tão chato... por sorte cheguei ao último que conseguiu encerrar bem a série.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Resenha #181 Gata Branca (Mestres da Maldição #1)

Título: Gata Branca
Série: Mestres da Maldição 1
Autor: Holly Black
Editora: Rocco
Páginas: 360
Gênero: Literatura Estrangeira / Fantasia / YA
Classificação: 4 estrelas

Sinopse: Cassel vem de uma família de mestres da maldição – pessoas que têm o poder de mudar emoções, memórias e destinos com o mais leve toque das mãos. Mas fazer isso é ilegal, o que significa que todos eles são criminosos. Exceto Cassel. Ele não tem o toque mágico, está de fora: é o único filho normal em uma família paranormal. O único detalhe é que matou sua melhor amiga.
Tentando fugir de seu terrível passado, Cassel faz de tudo para ser como os outros garotos. Uma noite, porém, tudo vai por água abaixo: depois de sonhar repetidas vezes com uma estranha gata branca, um ataque de sonambulismo o põe em perigo e ele começa a achar que seus irmãos estão escondendo mais do que alguns segredos.
Desconfiado de que não passa de uma pequena peça de um grande golpe, Cassel começa então a fazer uma busca em seu passado e em suas memórias, que parecem lhe fugir. Para desvendar os mistérios de sua vida, ele vai precisar armar um verdadeiro golpe de mestre.



“Magia. É apenas magia.”

Olá, olá! Como vocês estão?!

Gente, esse livro... juro que não sei porque demorei tanto para ler!!

Eu ganhei Gata Branca em 2014 e desde então estava parado na minha estante, com o Desafio das GeLs de 12 livros para 2017, o coloquei na lista e foi o primeiro que decidi ler por ser uma fantasia e se distanciar dos gêneros que eu estava lendo no momento. Juro para vocês que se soubesse que a leitura seria tão fluida, interessante e loucamente genial, já teria lido faz tempo!

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Resenha #180 O Lobo e a Pomba

Título: O Lobo e a Pomba
Autor: Kathleen E. Woodiwiss
Editora: BestBolso
Páginas: 496
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance Histórico
Classificação: Barbara: 3; Michelli: 1; Raquel 3 estrelas.

Sinopse: Autora de mais de 13 best-sellers, Kathleen E. Woodiwiss (1939-2007) revolucionou o romance histórico moderno ao criar personagens inesquecíveis e tramas repletas de paixão. O lobo e a pomba se passa na Inglaterra, em 1066. As forças normandas invadem o território saxão. Impotente, a jovem Aislinn assiste à destruição de tudo o que lhe é precioso. Quando Sir Wulfgar chega para assumir a posição de novo senhor das terras do pai de Aislinn, ela descobre que seu maior inimigo pode ser o próprio coração.
Na Inglaterra, no tempo dos druidas, houve certa vez um guerreiro de grande coragem que desafiou e venceu os deuses em combate, como punição, foi transformado em lobo de ferro.
Segundo a lenda, nos momentos em que a guerra assola a Terra, o lobo volta à vida na forma de um guerreiro ousado, invencível e imortal. Como agora, quando normandos e saxãos entram em conflito em Darkenwald e a vida da bela Aislinn depende da concretização da profecia.
Filha de um nobre assassinado pelos invasores, Aislinn é a sofrida heroína de o Lobo e a Pomba.



Hey pessoal, estamos de volta com as resenhas triplas! #comemoraaaa

Esse ano decidimos fazer algo diferente para definir os livros que leríamos juntas, antes era tudo bem aleatório, mas agora resolvemos organizar. Cada mês uma das GeLs vai escolher um livro e todas leremos juntas, então fizemos um sorteio para o primeiro trimestre e calhou de eu ser a primeira a escolher.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Resenha #179 As Cordas Mágicas

Título: As Cordas Mágicas
Autor: Mitch Albom
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Romance / Música
Classificação: 6 estrelas


Sinopse: Francisco Presto nasceu numa pequena cidade da Espanha em plena guerra civil. Com a infância marcada por tragédias, Frankie se torna pupilo de um professor de música cego, que se dedica a lhe ensinar tudo o que sabe.

Ao completar 9 anos, ele foge para os Estados Unidos carregando consigo apenas seus bens mais preciosos: um violão e seis cordas mágicas.

Com um talento fora do comum para tocar e cantar, Frankie rapidamente alcança o estrelato e influencia o cenário musical do século XX, apresentando-se ao lado de nomes consagrados como Elvis Presley e Little Richards.

No entanto, seu dom se transforma em um terrível fardo quando ele percebe que pode afetar o futuro das pessoas: uma corda de seu violão fica azul cada vez que uma vida é alterada.

No auge do sucesso, assombrado por seus erros e por seu estranho poder, Frankie sai de cena por anos, apenas para ressurgir para um espetacular e misterioso adeus.

Gente, primeiro livro do ano (e da meta!) concluído! Não poderia ter começado melhor, porque meu coração foi arrebatado! Olha, que livro sensacional! Sei que vai soar estranho dizer isso mais, foi música para os meus ouvidos. E não, eu não enlouqueci... ou talvez sim!


 "Aquele rapaz e seu violão 
só precisam de alguns minutos para mudar sua vida."
 

"A chave para aprender música é a humildade, entende? Se você quiser que eu fale sobre Frankie Presto, tenho que começar daí". Assim começo essa resenha, e prepare-se, pois ela será apaixonada, pois ainda não consigo definir o que estou sentindo após essa leitura fantástica além disso.