sexta-feira, 7 de abril de 2017

Resenha #187 A Vida do Livreiro A. J. Fikry

Título: A Vida do Livreiro A. J. Fikry
Autor: Gabrielle Zevin
Editora: Paralela
Páginas: 186
Ano: 2014
Gênero: Romance
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Uma carta de amor para o mundo dos livros
“Livrarias atraem o tipo certo de gente”. É o que descobre A. J. Fikry, dono de uma pequena livraria em Alice Island. O slogan da sua loja é “Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é
um mundo”. Apesar disso, A. J. se sente sozinho, tudo em sua vida parece ter dado errado. Até que um pacote misterioso aparece na livraria. A entrega inesperada faz A. J. Fikry rever seus objetivos e se perguntar se é possível começar de novo. Aos poucos, A. J. reencontra a felicidade e sua livraria volta a alegrar a pequena Alice Island. Um romance engraçado, delicado e comovente, que lembra a todos por que adoramos ler e por que nos apaixonamos.

Resenha tripla na área meu povo! Essa é do buddyread de março e está saindo com um pouco de atraso porque a Ra esteve doente e impossibilitada de escrever, mas já está tudo bem e aqui está a resenha do mês! Lembrando que Roxo é a minha cor (Ba), Vermelho da Mi e Pink da Ra. Enjoy!


Eu não me lembro bem como me interessei por A Vida do Livreiro A.J. Fikry, acho que ouvi algo de algum booktuber, mas acredito que o principal foi porque se tratava de um livreiro em uma cidadezinha que imaginei ser bem o tipo de cidade simpática gostosa pra se morar.
Ele acabou ficando de lado na minha estante e como esse ano resolvemos que cada uma das Gels poderia escolher um livro pra resenha tripla, achei que esse era o momento, um livro curto que parecia ter uma história gostosa e foi por aí mesmo. - Michelli

O que dizer de um livro que supera todas as suas expectativas e provoca os mais lindos sentimentos em você? Fácil! É só gritar a plenos pulmões que o mundo deveria ler. - Raquel

Que livro maravilhoso!
Não tem outra forma de começar essa resenha a não ser dizendo que esse livro é maravilhoso! Foi a escolha da Mi para o nosso buddyread mensal e finalmente tivemos sucesso rsrs. Após duas leituras fracas, A vida do livreiro... foi como um sopro de vento fresco em dias super quentes. É verdadeiramente um livro muito bom. - Barbara

quarta-feira, 29 de março de 2017

Resenha #186 O Erro (Amores Improváveis #2)

Título: O Erro
Autor: Elle Kennedy
Série: Amores Improváveis #2
Editora: Paralela
Páginas: 279
Ano: 2016
Gênero: New Adult
Classificação: 3 estrelas

Sinopse: Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias – a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída. 
Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório – tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. 
Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas.


O pior pesadelo de qualquer pessoa que tenha um melhor amigo ou melhor amiga é se apaixonar pela namorada ou namorado dele (a) né? Fala sério, quem é que gostaria de viver desejando o que nunca poderá ser seu? Pior ainda, se sentir constantemente desconfortável perto do amigo porque está desejando seu par? Deve ser terrível e algo que não desejo para ninguém! Mesmo!

Mas é nesse dilema que nosso mocinho vive. Em O Erro, segundo livro da série Amores Improváveis, acompanhamos a história do jogador de hockey Logan. Ele é o melhor amigo de Garret, protagonista de O Acordo, e está definitivamente apaixonado por Hannah, a namorada de Garret.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Resenha #185 Era Uma Vez no Outono (As Quatro Estações do Amor #2)

Título: Era Uma Vez no Outono
Série: As Quatro Estações do Amor
Ordem: 2
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de época, romance histórico, romance
Páginas: 288
Ano: 2016
Classificação: 4 estrelas

Sinopse: A jovem e obstinada Lillian Bowman sai dos Estados Unidos em busca de um marido da aristocracia londrina. Contudo nenhum homem parece capaz de fazê-la perder a cabeça. Exceto, talvez, Marcus Marsden, o arrogante lorde Westcliff, que ela despreza mais do que a qualquer outra pessoa.

Marcus é o típico britânico reservado e controlado. Mas algo na audaciosa Lillian faz com que ele saia de si. Os dois simplesmente não conseguem parar de brigar.

Então, numa tarde de outono, um encontro inesperado faz Lillian perceber que, sob a fachada de austeridade, há o homem apaixonado com que sempre sonhou. Mas será que um conde vai desafiar as convenções sociais a ponto de propor casamento a uma moça tão inapropriada?


Hey galera, o livro do mês do Desafio das GeLs está acompanhando a estação do ano \o/ Juro que não foi planejado, mas bem conveniente não? rsrs



Era Uma Vez no Outono é o segundo livro da série As Quatro Estações do Amor, e conta a história de Lillian Bowman, a mais velha das irmãs americanas e muito ricas Bowmans. Como a segunda mais velha entre o quarteto das Wallflowers (Flores Secas como a tradução adaptou) é a sua vez de conquistar um marido, mas não um qualquer, um aristocrata!

sexta-feira, 10 de março de 2017

Resenha #184 A Caminho do Azul Sereno (Never Sky #3)

Título: A Caminho do Azul Sereno
Série: Never Sky
Ordem: 3
Autor: Veronica Rossi
Editora: Rocco - Jovens Leitores
Gênero: Ficção Científica, Romance
Páginas: 352
Ano: 2017
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: No derradeiro capítulo da trilogia Never Sky, sucesso da brasileira radicada nos EUA Veronica Rossi, Aria e Perry estão determinados a encontrar o Azul Sereno, o último refúgio contra as tempestades de éter, cada vez mais constantes no mundo em que vivem. Mais do que o amor proibido que os mantém ligados, eles precisam unir Forasteiros e Ocupantes se quiserem sobreviver, e salvar a vida daqueles que amam. Sem escolha e determinados a permanecerem juntos, contra todas as probabilidades, os dois protagonistas partem para a mais perigosa de suas aventuras, que não só colocará à prova seu amor, coragem e capacidade de liderança, como também exigirá grandes sacrifícios. Será que eles estão preparados para a jornada A caminho do Azul Sereno?


E chegamos ao fim de mais uma trilogia </3

Depois da novela que foi a publicação da trilogia Never Sky, finalmente chegamos ao encerramento e não poderia ser melhor! *clap, clap, clap*



Pela Noite Eterna terminou naquela confusão... Cinder sequestrado, Perry levando sua tribo para uma caverna por causa do aumento das tempestades de éter e ainda tendo que lidar com a chegada dos Ocupantes deixados para trás por seu líder Hess. Roar e Perry não se falando, a tensão entre Forasteiros e Ocupantes na caverna cada vez maior e o desespero para encontrar uma solução que os leve ao Azul Sereno antes que seja tarde demais. As coisas não estão fáceis para Perry, mas agora que Ária está novamente ao seu lado, nosso herói está disposto a tudo para fazer o melhor para seu povo.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Resenha #183 Sob a Luz dos Seus Olhos

Título: Sob a Luz dos Seus Olhos
Autor: Chris Melo
Editora: Rocco
Páginas: 320
Gênero: Romance / Literatura Nacional
Classificação: Barbara: 2; Michelli: 1; Raquel: 2

Sinopse: Considerada a “Nicholas Sparks de saia” pelos fãs, por suas histórias românticas voltadas especialmente para o público jovem adulto, a paulista Chris Melo estreia na Rocco, pelo selo Fábrica231, com Sob a luz dos seus olhos. A trama conta a história de Elisa, que embarca para a Inglaterra decidida a começar sua vida adulta, levando na bagagem seus planos e sonhos para o futuro; e Paul, um artista tentando se encontrar e que vive intensamente cada momento. O que poderia ser apenas um encontro casual entre dois jovens tentando achar o seu lugar no mundo se transforma, pelas mãos de Chris Melo, numa profunda jornada de autoconhecimento, superação, perdão e recomeços protagonizada por duas pessoas comuns que experimentam o poder extraordinário do amor. Um presente para quem já é e para quem vai se tornar fã de Chris Melo.


Hey pessoal, última sexta do mês então tem resenha tripla! Em fevereiro lemos no Buddy Read das GeLs esse livro de capa fofa aí em cima rs. Lembrando que roxo é a cor da Barbara, vermelho da Michelli e pink da Raquel. Enjoy


"Esta é a nossa vida, a parte que vale a pena ser contada. Toda a transformação que um ser humano sofreu porque disse sim, toda a magia que só existiu porque, em um dia qualquer, nossos olhos se cruzaram."


Então, sabe aquele livro que você começa a ler cheio de expectativas e acaba com a sua paciência? Pois é. Sinceramente, eu não tenho nem palavras. Sim, eu sei que costumo dizer isso quando o livro é muito bom, mas o que dizer diante de tanta incoerência? Posso falar várias coisas aqui e tentar, com todas as minhas forças, dizer que não é tão ruim assim, mas não seria verdade. - Raquel

Eu prometo, estou tentando ser o mais respeitosa possível enquanto escrevo essa resenha! Não está entendo porque comecei assim? Bom, continue lendo. - Barbara

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Sobre Primeiros Beijos #11

Hey, a coluna mais beijoqueira e apaixonante desse blog está de volta! A primeira edição de 2017 está recheada de beijos para te inspirar e se apaixonar... Não deixe de conferir nossas edições anteriores aqui. Agora aperta play aí e vem comigo.





E simplesmente se beijaram. Docemente, lentamente. O corpo dela jamais havia esquecido o dele, ela passou os braços ao redor do pescoço dele, os dedos dele escorregaram naturalmente pelo cabelo dela, e ela sentiu um rugido no ouvido. Mason puxou-a para si, e ela cedeu com vontade.

Annajane e Mason – Paixão de Primavera







sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Resenha #182 Felizes para Sempre (Quarteto de Noivas #IV)

Título: Felizes Para Sempre
Série: Quarteto de Noivas 4
Autor: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Páginas:  293
Gênero: Romance / Literatura Estrangeira
Classificação: 3,5 estrelas

Sinopse: Em Felizes para sempre, último livro da série Quarteto de Noivas, você vai
descobrir que o amor não avisa que está a caminho e, quando chega, vira
seu mundo de cabeça para baixo.
Parker Brown sabe que subir ao altar é um dos momentos mais extraordinários na vida de um casal. Por isso ela administra a Votos a bem-sucedida empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas com pulso firme e muita dedicação.
Seu dia de trabalho começa cedo às vezes de madrugada, quando alguma noiva ansiosa lhe telefona aos prantos. Mas ela não se importa. Cada vez que ajuda uma mulher a escolher o vestido perfeito para o grande dia ou vê o sorriso nervoso e feliz de um noivo no altar, ela sente que está dando sua contribuição para uma história igual à de seus pais.
Porém a rica, linda e inteligente Parker também quer ser feliz no amor. Só que, em vez do intelectual sensível que sempre esteve em seus planos, parece que o destino lhe reservou uma surpresa.
Malcolm Kavanaugh é um mecânico de automóveis e ex-dublê de filmes de ação. Amigo do irmão de Parker, ele não tem vergonha de elogiar as belas pernas da moça e, com suas mãos ásperas, faz com que a empresária certinha e controladora simplesmente perca o chão.
Agora eles vão descobrir que, mesmo com suas diferenças, podem completar um ao outro. E quem disse que o príncipe encantado não pode chegar numa Harley-Davidson?


Hey pessoal! Como estamos?!

Hoje é dia de encerrar mais uma série de livros e Felizes para Sempre nos proporciona exatamente isso: Um final feliz.

Eu amo os livros da Nora Roberts, li muitos na adolescência, boa parte deles eram emprestados de uma amiga tão fã quanto eu da Nora, mas só anos depois que resolvi começar minha própria coleção de livros da diva do romance, O Quarteto de Noivas foram esses primeiros livros.

Quem já leu as resenhas anteriores foi percebendo minha decepção com a série. O primeiro livro é um amor e reuniu tudo o que gosto nos livros da Nora, mas os seguintes foram de um clichê tão chato... por sorte cheguei ao último que conseguiu encerrar bem a série.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Resenha #181 Gata Branca (Mestres da Maldição #1)

Título: Gata Branca
Série: Mestres da Maldição 1
Autor: Holly Black
Editora: Rocco
Páginas: 360
Gênero: Literatura Estrangeira / Fantasia / YA
Classificação: 4 estrelas

Sinopse: Cassel vem de uma família de mestres da maldição – pessoas que têm o poder de mudar emoções, memórias e destinos com o mais leve toque das mãos. Mas fazer isso é ilegal, o que significa que todos eles são criminosos. Exceto Cassel. Ele não tem o toque mágico, está de fora: é o único filho normal em uma família paranormal. O único detalhe é que matou sua melhor amiga.
Tentando fugir de seu terrível passado, Cassel faz de tudo para ser como os outros garotos. Uma noite, porém, tudo vai por água abaixo: depois de sonhar repetidas vezes com uma estranha gata branca, um ataque de sonambulismo o põe em perigo e ele começa a achar que seus irmãos estão escondendo mais do que alguns segredos.
Desconfiado de que não passa de uma pequena peça de um grande golpe, Cassel começa então a fazer uma busca em seu passado e em suas memórias, que parecem lhe fugir. Para desvendar os mistérios de sua vida, ele vai precisar armar um verdadeiro golpe de mestre.



“Magia. É apenas magia.”

Olá, olá! Como vocês estão?!

Gente, esse livro... juro que não sei porque demorei tanto para ler!!

Eu ganhei Gata Branca em 2014 e desde então estava parado na minha estante, com o Desafio das GeLs de 12 livros para 2017, o coloquei na lista e foi o primeiro que decidi ler por ser uma fantasia e se distanciar dos gêneros que eu estava lendo no momento. Juro para vocês que se soubesse que a leitura seria tão fluida, interessante e loucamente genial, já teria lido faz tempo!

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Resenha #180 O Lobo e a Pomba

Título: O Lobo e a Pomba
Autor: Kathleen E. Woodiwiss
Editora: BestBolso
Páginas: 496
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance Histórico
Classificação: Barbara: 3; Michelli: 1; Raquel 3 estrelas.

Sinopse: Autora de mais de 13 best-sellers, Kathleen E. Woodiwiss (1939-2007) revolucionou o romance histórico moderno ao criar personagens inesquecíveis e tramas repletas de paixão. O lobo e a pomba se passa na Inglaterra, em 1066. As forças normandas invadem o território saxão. Impotente, a jovem Aislinn assiste à destruição de tudo o que lhe é precioso. Quando Sir Wulfgar chega para assumir a posição de novo senhor das terras do pai de Aislinn, ela descobre que seu maior inimigo pode ser o próprio coração.
Na Inglaterra, no tempo dos druidas, houve certa vez um guerreiro de grande coragem que desafiou e venceu os deuses em combate, como punição, foi transformado em lobo de ferro.
Segundo a lenda, nos momentos em que a guerra assola a Terra, o lobo volta à vida na forma de um guerreiro ousado, invencível e imortal. Como agora, quando normandos e saxãos entram em conflito em Darkenwald e a vida da bela Aislinn depende da concretização da profecia.
Filha de um nobre assassinado pelos invasores, Aislinn é a sofrida heroína de o Lobo e a Pomba.



Hey pessoal, estamos de volta com as resenhas triplas! #comemoraaaa

Esse ano decidimos fazer algo diferente para definir os livros que leríamos juntas, antes era tudo bem aleatório, mas agora resolvemos organizar. Cada mês uma das GeLs vai escolher um livro e todas leremos juntas, então fizemos um sorteio para o primeiro trimestre e calhou de eu ser a primeira a escolher.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Resenha #179 As Cordas Mágicas

Título: As Cordas Mágicas
Autor: Mitch Albom
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Romance / Música
Classificação: 6 estrelas


Sinopse: Francisco Presto nasceu numa pequena cidade da Espanha em plena guerra civil. Com a infância marcada por tragédias, Frankie se torna pupilo de um professor de música cego, que se dedica a lhe ensinar tudo o que sabe.

Ao completar 9 anos, ele foge para os Estados Unidos carregando consigo apenas seus bens mais preciosos: um violão e seis cordas mágicas.

Com um talento fora do comum para tocar e cantar, Frankie rapidamente alcança o estrelato e influencia o cenário musical do século XX, apresentando-se ao lado de nomes consagrados como Elvis Presley e Little Richards.

No entanto, seu dom se transforma em um terrível fardo quando ele percebe que pode afetar o futuro das pessoas: uma corda de seu violão fica azul cada vez que uma vida é alterada.

No auge do sucesso, assombrado por seus erros e por seu estranho poder, Frankie sai de cena por anos, apenas para ressurgir para um espetacular e misterioso adeus.

Gente, primeiro livro do ano (e da meta!) concluído! Não poderia ter começado melhor, porque meu coração foi arrebatado! Olha, que livro sensacional! Sei que vai soar estranho dizer isso mais, foi música para os meus ouvidos. E não, eu não enlouqueci... ou talvez sim!


 "Aquele rapaz e seu violão 
só precisam de alguns minutos para mudar sua vida."
 

"A chave para aprender música é a humildade, entende? Se você quiser que eu fale sobre Frankie Presto, tenho que começar daí". Assim começo essa resenha, e prepare-se, pois ela será apaixonada, pois ainda não consigo definir o que estou sentindo após essa leitura fantástica além disso.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Desafio de Leitura 2016 + Desafio 2017

Ano novo, metas novas! Mas antes vamos fazer um breve recap sobre o desafio passado... o que vocês acham? Foi fail ou não? Em seguida veja nossa meta do Desafio de 12 livros para 2017.




quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Os Melhores de 2016 #Top3

Hey pessoal! Hora da nossa retrospectiva literária, confira logo a seguir os três melhores livros que lemos em 2016. Para saber mais sobre a nossa opinião é só clicar no nome do livro que irá te direcionar para a resenha. Espero que vocês gostem e nos digam também quais foram os melhores livros que leram em 2016.
Enjoy!





1. Uma Chama Entre as Cinzas - Sabaa Tahir

Para um livro ser considerado uma das melhores leituras do ano, ele precisa mexer de verdade comigo, me tirar o fôlego, o sono, dominar meus pensamentos quase que completamente. Uma Chama Entre As Cinzas fez isso. Eu não queria parar de ler e ao mesmo tempo não queria que acabasse. Sem dúvida foi a melhor leitura do ano!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Resenha #178 A Irmandade Perdida

Título: A Irmandade Perdida
Autor: Anne Fortier
Editora: Arqueiro
Páginas: 528
Gênero: Romance Histórico, Ficção Histórica, Mitologia
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Diana Morgan é professora da renomada Universidade de Oxford. Especialista em mitologia grega, tem verdadeira obsessão pelo assunto desde a infância, quando sua excêntrica avó alegou ser uma amazona – e desapareceu sem deixar vestígios.
No mundo acadêmico, a fixação de Diana pelas amazonas é motivo de piada, porém ela acaba recebendo uma oferta irrecusável de uma misteriosa instituição. Financiada pela Fundação Skolsky, a pesquisadora viaja para o norte da África, onde conhece Nick Barrán, um homem enigmático que a guia até um templo recém-encontrado, encoberto há 3 mil anos pela areia do deserto.
Com a ajuda de um caderno deixado pela avó, Diana começa a decifrar as estranhas inscrições registradas no templo e logo encontra o nome de Mirina, a primeira rainha amazona. Na Idade do Bronze, ela atravessou o Mediterrâneo em uma tentativa heroica de libertar suas irmãs, sequestradas por piratas gregos.
Seguindo os rastros dessas guerreiras, Diana e Nick se lançam em uma jornada em busca da verdade por trás do mito – algo capaz de mudar suas vidas, mas também de despertar a ganância de colecionadores de arte dispostos a tudo para pôr as mãos no lendário Tesouro das Amazonas.
Entrelaçando passado e presente e percorrendo Inglaterra, Argélia, Grécia e as ruínas de Troia, A irmandade perdida é uma aventura apaixonante sobre duas mulheres separadas por milênios, mas com uma luta em comum: manter vivas as amazonas e preservar seu legado para a humanidade.


"Está tudo lá - dissera ela, como se estivesse respondendo a uma pergunta minha.
- Debaixo da superfície. Basta encontrar."

What a breath of fresh air! Sim, meus queridos, a empolgação foi tanta com esse livro, que não encontrei palavras em português. Essa foi mais um dos nossas leituras conjuntas, na qual eu demorei a embarcar, e quase fiz a Mi vir lá de JF pra Sampa pra puxar minha orelha pessoalmente e me fazer largar a releitura.

Confesso que 2016, para mim, foi muito fail na questão de leituras, tanto que reli muitos livros, mas A Irmandade Perdida foi o último livro do ano que se passou e, meu Deus, não poderia ter terminado o ano melhor.

Mas vamos ao que interessa!