segunda-feira, 28 de julho de 2014

Resenha #44 Beautiful Oblivion (The Maddox Brothers #1)

Título: Beautiful Oblivion
Autor: Jamie McGuire
Editora: Atria Books
Classificação: 5 estrelas 

Sinopse: A independente Camille “Cami” Camlin se ausentou alegremente de sua infância antes que ela acabasse. Se manteve em um emprego antes mesmo de poder dirigir, e conseguiu um apartamento próprio antes de seu primeiro ano de caloura na faculdade. Agora como bartender do Red Door, Cami não tem muito tempo para outras coisas além do trabalho e das aulas, até que uma viagem para ir ver seu namorado, no primeiro final de semana de folga, em quase um ano, é cancelada.

Trenton Maddox era o rei da Eastern State University, saindo com as estudantes antes mesmo de se formar no ensino médio. Seus amigos queriam ser como ele, e as mulheres queriam domá-lo, mas, após um acidente trágico, que deixou seu mundo às avessas, Trenton deixa o campus para superar sua culpa.
Dezoito meses depois, Trenton está morando com seu pai e trabalhando em um estúdio de tatuagem para ajudar com as despesas. Justo quando ele acha que sua vida está voltando ao normal, ele percebe Cami sentada, sozinha, em uma mesa no Red.

Como babá de quarto irmãos, Cami acredita que ela não terá problema algum em manter essa nova amizade com Trenton Maddox apenas platônica. Mas quando um garoto Maddox se apaixona, ele ama eternamente – mesmo quando ela pode ser a única razão para que sua já frágil família tenha seus laços ainda mais enfraquecidos.

“Eu estava com um sério problema.
Grande, desastroso, problema Madoxx.”

Então, sabe como você se apaixonou perdidamente pelo Travis, em Belo Desastre? Imagine isso ... multiplicado por 1.000! É exatamente assim que eu estou me sentindo após conhecer Trenton Maddox. A única diferença entre os dois é que o Trent é muito mais controlado que o Trav, tipo, muito mais controlado. O Trav é meio que o bebezinho, né? Não admito que falem mal dele! u.u ... Mas o Trent ... HOLY SHIT! Não sei nem o que falar.

Bem, vamos ao livro...

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Resenha #43 Cidade de Vidro (Os Instrumentos Mortais #3)

Título: Cidade de Vidro
Autor: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Classificação: 5 estrelas


Sinopse: Clary está à procura de uma poção para salvar a vida de sua mãe. Para isso, ela deve viajar até a Cidade de Vidro, lar ancestral dos Caçadores de Sombras, criando um portal sozinha. Só mais uma prova de que seus poderes estão mais sofisticados a cada dia. Para Clary, o perigo que isso representa é tão ou menos assustador quanto o fato de que Jace não a quer por perto. Mas nem o fora de Jace nem estar quebrando as regras irão afastá-la de seu objetivo: encontrar Ragnor Fell, o feiticeiro que pode ajudá-la a curar a mãe.



Imaginem com força como é Alicante, mantenha isso em mente e se jogue no portal mais próximo! Vamos para a Cidade de Vidro bebê! \o/

*Cuidado. Pode conter spoilers dos livros anteriores.

Teoricamente Os Instrumentos Mortais seria uma trilogia, mas... não é! Para alegria dos fãs \o/ uhul



segunda-feira, 21 de julho de 2014

Resenha #42 O Duque e Eu (Os Bridgertons #1)

Título: O Duque e Eu
Série: Os Bridgertons (#1)

Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Classificação: 5/5 estrelas


Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.

Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.

Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

“... acabei descobrindo, contra minha vontade, 

que é impossível não amar você.”

Julia Quinn entrou para a lista de autores favoritos e com muitos méritos; a autora escreve de uma forma tão leve e gostosa, fazendo com que seja impossível desgrudar do livro, mesmo que por um segundo.

sexta-feira, 18 de julho de 2014

#5 Waiting for... Julho

Olá, estamos na metade de julho e que tal conferirmos os lançamentos desse mês? Pegue seu bloquinho e caneta e comece a anotar o que vem vindo por aí. :)



Assassinato no Campo de Golfe
Agatha Christie

Sinopse: Aos campos de golfe normalmente se vai para praticar o esporte. Mas em um romance de Agatha Christie, a dama do crime, o gramado também pode se transformar no lugar onde acontece o assassinato de um jogador desavisado.


A Globo Livros está relançando muitos livros da Agatha Christie com capas maravilhosas!, então fãs: fiquem ligados porque estão chegando as livrarias nesse mês de Julho! - Barbara

A Globo Livros está fazendo uma reedição de alguns títulos e lançando outros novos com capas barbaras de encher os olhos de qualquer fã de. Quero todos!!! 
E não sobrou nenhum 
O assassinato de Roger Ackroyd
Os cinco porquinhos
O misterioso caso em Styles
Os relógios
O adversário secreto
Três ratos cegos
Assassinato no campo de golfe - Michelli

Se todas as capas dos relançamentos dos livros da Agatha forem assim já têm um lugar certo na minha estante. Faz tempo que eu não leio nada dela, esse pode ser o empurrão que me faltava. - Snow



segunda-feira, 14 de julho de 2014

Resenha #41 O Pessegueiro

Título: O Pessegueiro
Autor: Sarah Addison Allen
Editora: Planeta do Brasil
Páginas: 256
Ano: 2013
Classificação: 3 estrelas


Sinopse: "Bem Vindo a Walls Of Water. Essa é a cidade onde vive Willa Jackson, uma jovem descendente de uma família falida que luta para esquecer a imagem da garota inconsequente que já foi um dia. Quando sua ex-companheira de colégio e socialite perfeita Paxton Osgood a convida para a festa de 75 anos do Clube Social Feminino, ela fica receosa em comparecer por sentir que não faz parte daquele mundo... 
No entanto, a ocasião acabará se revelando uma excelente oportunidade para Willa desenterrar fatos surpreendentes que reverberam até hoje em sua própria história.Qual é o segredo que une famílias Jackson e Osgood? Será que a verdadeira amizade consegue transpor as barreiras do tempo?"


" A felicidade é um risco. Se você não sentir um pouquinho de medo,
não está fazendo a coisa certa."


A um bom tempo vinha querendo ler esse livro, sempre que ia à livraria esse livro cruzava meu caminho. Depois de uma blogueira que eu acompanho recomendar O Pessegueiro no seu canal, fui atrás logo na mesma semana.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Resenha #40 A Corrida de Escorpião


Título: A Corrida de Escorpião
Autor: Maggie Stiefvater
Editora: Verus
Páginas: 378
Classificação: 5 estrelas


Sinopse: "Na pequena ilha de Thisby, poucos cavaleiros são bravos o suficiente para competir na corrida de escorpião que acontece a cada novembro. Pela primeira vez uma mulher, a jovem Puck Connolly, vai competir. Ela tem dois irmãos e ficou órfã depois que os pais foram devorados pelos cavalos assassinos. Por isso, ela está determinada não só a competir como ganhar a corrida. Para isso, Puck terá que enfrentar outro jovem corajoso e encantador. Sean Kendrick também perdeu o pai, atropelado pelas sanguinárias criaturas.
Apesar de terríveis, os cavalos do mar são uma grande atração turística. O turismo é a principal fonte de renda dos habitantes de Thisby. A ilha é um lugar fascinante e, ao mesmo tempo que atrai, também amedronta. A descrição que Maggie faz dos desfiladeiros do local é carregada de poesia. Com a narrativa alternando entre o ponto de vista de Sean e de Puck, a autora criou uma trama envolvente, classificada por críticos do New York Times e do Los Angeles Times como inovadora.
Em A corrida de escorpião, Maggie Stiefvater nos leva até o limite, em que o amor e a vida encontram seus maiores obstáculos e apenas os fortes de coração podem sobreviver. Uma leitura inesquecível."


Que livro incrível!

Todos os elogios possíveis ainda são insuficientes para descrever esse livro! Se você o tiver na estante, abandone sua leitura atual e vá lê-lo! Se ainda não tiver comprado, sério, compre! #ficadica

Maggie Stiefvater nos leva para a ilha Thisby e nos apresenta os seus cavalos mágicos: Os Capaill Uisce. Tão letais quanto belos, esses cavalos são a grande atração da pequena ilha onde moram nossos protagonistas Sean Kendrick e Puck Connolly.
Todo começo de novembro acontece A Corrida de Escorpião que é a atração da ilha e quando o maior número de turistas vem conhecer os Capaill, participar da corrida, apostar e fazer negócios.

domingo, 6 de julho de 2014

Resenha #39 Cidade das Cinzas (Os Instrumentos Mortais #2)


Título: Cidade das Cinzas
Autor: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Classificação: 4 estrelas


Sinopse: "Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau... e também o pai de Clary e Jace.

Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar — e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai?

Nessa sequência de tirar o fôlego da série Os Instrumentos Mortais, Cassandra Clare atrai os leitores de volta para o lado mais obscuro do submundo de Nova York, onde amar nunca é seguro e o poder se torna a mais mortal das tentações."




Chegamos ao segundo livro da série Os Instrumentos Mortais - Cidade das Cinzas – e Cassandra Clare me lembrou porque gosto tanto desses livros!

Li Cidade das Cinzas pela primeira vez em 2011, louca de curiosidade pra saber como todas as confusões do primeiro livro iriam se desenvolver... Nessa releitura eu pude ir com calma e analisar os detalhes, uma dica sobre os livros da Cassie Clare é ficar ligado nas entrelinhas. Ela está montando uma trama, vai deixando pistas pelo caminho como migalhas de pão... lá na frente (se prestar atenção aos detalhes) você com certeza vai ter um estalo e dizer: “Caraca! Essa mulher me deu a resposta disso no primeiro livro, mas só no terceiro ficou claro...” rsrsrs

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Resenha #38 The Dark Duet

Depois de muitos dias pensando nessa história, eu ainda não sei exatamente o que dizer. Confesso que o mundo que estou prestes a apresentar é intenso e chocante e complexo e, nem sei mais o que falar aqui. Eu levei muito tempo para montar essa resenha sem nenhum spoiler e tentar passar, de maneira verdadeira, o que esse livro significou para mim.

Claro que seria difícil escrever sobre ele, já que a autora levou 9 anos para termina-lo, mas é muito mais que isso. Como falar de um livro que te levou a extremos desde o começo? Um livro com personagens obscuros e complexos, mas também tão humanos, que você não sabe se deve amá-los ou se tudo que eles merecem é seu ódio?

Devo avisar que esta não é uma história de amor com finais felizes e pássaros cantando, onde você sorri do começo ao fim. É cheia de dor, angústia, dúvidas e crueldade. E, é claro, se você é sensível, NÃO LEIA ESTA RESENHA!

Título: Captive In The Dark
Série: The Dark Duet
Autor: C.J. Roberts
Editora: Neurotica Books
Classificação: 4 estrelas


Sinopse: Caleb é um homem com um único interesse: VINGANÇA. Raptado ainda menino e vendido como escravo por um gangster faminto por poder, ele não pensa em nada além disso. Por 12 anos, ele esteve imerso no mundo da escravidão sexual, procurando pelo homem que julga ter sido o responsável. Finalmente, o culpado por seu sofrimento aparece com uma nova identidade, mas não sem a mesma natureza. Se Caleb quer chegar perto o bastante para agir, deve se tornar exatamente aquilo que ele odeia e raptar uma garota bonita, para treiná-la com o fim de ser tudo o que ele foi um dia.

Olivia Ruiz, 18, acorda em um lugar estranho. Vendada e amarrada, existe apenas a voz calma de um homem para lhe dar as boas-vindas. Seu nome é Caleb, embora ele exija que ela o chame de Mestre. Olivia é jovem, bonita, ingênua e voluntariosa. Possui um sensualidade sombria que não pode ser contida ou negada, apesar de tentar fazer os dois. Embora amendrontada pelo homem forte, sadístico e arrogante que a mantém cativa, o que a mantém acordada em meio a escuridão é indesejada atração por ele.

AVISO: Este livro contém situações muito perturbadoras, duplo sentido, linguagem inapropriada e violência.

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Resenha #37 Better When He's Bad (Welcome to The Point #1)

Título: Better When He's Bad
Autor: Jay Crownover
Editora: William Morrow Paperbacks
Classificação: 4 estrelas


Sinopse: Bem-vindo à The Point… 


Há uma diferença entre um bad boy e um garoto que é mau... 

Conheça Shane Baxter. Sexy, obscuro e perigoso, Bax não está apenas no lado errado da estrada, ele é o lado errado da estrada. Um criminoso, bandido e brigão, ele era o mestre das más escolhas, até que uma dessas escolhas o fez ser preso por cinco anos. Agora Bax foi liberado e está procurando por respostas, e ele não se importa com o que precisa fazer ou com quem ele deve ferir para consegui-las. Mas há uma nova jogadora nesse jogo, e ela é muito inocente e delicada... e está bem em seu caminho. Dovie Pryce sabe tudo sobre ter uma vida difícil e sobre as duras escolhas que ela traz. Ela sempre tentou ser boa e ajudar os outros, e tentou não deixar que a escuridão tomasse conta de sua vida. Mas as ruas estão lutando, as coisas estão indo de mal a pior, e a única pessoa que pode ajudá-la é o mais assustador, sexy e complicado ex-condenado que The Point já colocou no mundo. Bax a aterroriza e desperta sentimentos que ela nunca imaginou vir a ter por um cara como ele. Mas não demora muito para que Dovie perceba ... alguns garotos são melhores quando são maus.


"Você não precisa que ninguém te mostre como ser bom,
você é muito melhor quando é mau."

Primeiro livro da série ‘Welcome to The Point’, este livro nos apresenta The Point, um lugar onde apenas os maus sobrevivem. E é nessa pegada que o livro começa, nos apresentando Bax, já metido em uma confusão.

Bax é um ex-condenado que acabou de sair da prisão, onde passou cinco anos se preparando para obter as respostas sobre a armação que o fez ir parar lá. A única coisa que ele não esperava, era que seu melhor amigo teria sumido da face da terra, sem deixar nenhum rastro e ter deixado Dovie, sua irmã, em sua proteção e atrapalhando seu caminho. Dovie é delicada, um pouco inocente demais para um cara como Baxter, mas a atração é inevitável.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Vem Por Aí #1 A-LII

Olá, garotas e garotos entre livros o/

Plena quarta-feira, comecinho de mês, e nós do GeL estamos lançando uma nova coluna e com o pé direito! Hoje, vamos falar de A-LII, novo livro da Ana Macedo, que será lançado em Agosto, na Bienal.

Eu, particularmente, estou surtando com a espera desse lançamento, porque ela conseguiu, apenas com uma sinopse, me levar à loucura. Isso é o quão bom será o livro, sério!

Sinopse: Não deixem que nos calem. Em um mundo devastado pelas 3ª e 4ª guerras mundiais, A-LII, um clone criado em cativeiro, começa questionar sua existência, enquanto, Will, um garoto crescido nos subúrbios de uma Londres destruída, luta pela sobrevivência de sua família. O que ninguém espera é que, juntos, esses dois possam ser a chave de uma revolução contra a opressora Voz, mas, qual será o preço pago pela liberdade?



Conversei com a autora sobre a inspiração por trás do livro, e olha só o que ela falou: