sexta-feira, 7 de abril de 2017

Resenha #187 A Vida do Livreiro A. J. Fikry

Título: A Vida do Livreiro A. J. Fikry
Autor: Gabrielle Zevin
Editora: Paralela
Páginas: 186
Ano: 2014
Gênero: Romance
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Uma carta de amor para o mundo dos livros
“Livrarias atraem o tipo certo de gente”. É o que descobre A. J. Fikry, dono de uma pequena livraria em Alice Island. O slogan da sua loja é “Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é
um mundo”. Apesar disso, A. J. se sente sozinho, tudo em sua vida parece ter dado errado. Até que um pacote misterioso aparece na livraria. A entrega inesperada faz A. J. Fikry rever seus objetivos e se perguntar se é possível começar de novo. Aos poucos, A. J. reencontra a felicidade e sua livraria volta a alegrar a pequena Alice Island. Um romance engraçado, delicado e comovente, que lembra a todos por que adoramos ler e por que nos apaixonamos.

Resenha tripla na área meu povo! Essa é do buddyread de março e está saindo com um pouco de atraso porque a Ra esteve doente e impossibilitada de escrever, mas já está tudo bem e aqui está a resenha do mês! Lembrando que Roxo é a minha cor (Ba), Vermelho da Mi e Pink da Ra. Enjoy!


Eu não me lembro bem como me interessei por A Vida do Livreiro A.J. Fikry, acho que ouvi algo de algum booktuber, mas acredito que o principal foi porque se tratava de um livreiro em uma cidadezinha que imaginei ser bem o tipo de cidade simpática gostosa pra se morar.
Ele acabou ficando de lado na minha estante e como esse ano resolvemos que cada uma das Gels poderia escolher um livro pra resenha tripla, achei que esse era o momento, um livro curto que parecia ter uma história gostosa e foi por aí mesmo. - Michelli

O que dizer de um livro que supera todas as suas expectativas e provoca os mais lindos sentimentos em você? Fácil! É só gritar a plenos pulmões que o mundo deveria ler. - Raquel

Que livro maravilhoso!
Não tem outra forma de começar essa resenha a não ser dizendo que esse livro é maravilhoso! Foi a escolha da Mi para o nosso buddyread mensal e finalmente tivemos sucesso rsrs. Após duas leituras fracas, A vida do livreiro... foi como um sopro de vento fresco em dias super quentes. É verdadeiramente um livro muito bom. - Barbara



A Vida do Livreiro foi uma brisa de ar puro. Gente, este ano está tão difícil. Só coisa ruim e decepcionante, mas aí a Mi escolheu essa história e foi surpreendente. Graças a Deus! - Raquel

“E eu gosto de conversar sobre livros com pessoas que gostam de conversar sobre livros. Gosto de papel. Gosto da textura e gosto de sentir um livro no bolso. Gosto do cheiro de livro novo também.”

A história começa e nos apresenta um protagonista amargurado, viúvo recentemente e com uma livraria para comandar sozinho. A. J. é um homem bem diferente, um pouco rabugento e com gostos específicos para livros, ele prefere contos a romances rs. É dono da Island Books, única livraria da pequena ilha de Alice. Ele está de luto e vivendo uma crise por não saber exatamente como prosseguir após a perda da esposa. Mas a vida de A. J. está prestes a mudar, e ele vai entender que ainda tem muito a fazer, e que viver pode ser bem melhor do que ele imaginava. - Barbara

A.J. é um puta cara enjoado, tenho certeza que você já conheceu um leitor metido a besta cheio de "frescuras', bem o A.J é um desses kkkk e ainda é dono de livraria que parece só vender o que lhe agrada, o que o torna mais chato...

É através de Amelia Loman uma representante de vendas de uma editora que temos nossa primeira impressão sobre A.J e ela não é nada boa, claro! Amelia está em Alice pra tentar convencer A.J a adquirir alguns dos lançamentos da lista de inverno, já sabendo que se trata de um cliente difícil mas ela acredita que tem o livro certo e que de inicio A.J não da muita bola, engraçado que esse livro ainda da pano pra manga nessa história. É em uma noite de bebedeira que a vidinha desse cara começa a mudar, você se surpreende com os acontecimentos e o rumo que as coisas vão tomando, realmente me surpreendeu. - Michelli

“Não somos as coisas que colecionamos, adquirimos, lemos. Somos, enquanto estamos aqui, apenas amor. As coisas que amamos. As pessoas que amamos. E estas, acho que estas realmente continuam.”

Este livro é para aqueles que, assim como nós, vivem literatura. Aqueles que buscam nos livros suas referências e, através deles, sobrevivem em um mundo tão superficial como o nosso. - Raquel

Esse é o tipo perfeito de livro para amantes da leitura. No começo de cada capítulo temos uma mini resenha de algum conto que o A. J. ama e que tem relação com o capítulo, vamos vendo a história ser construída de acordo com os contos preferidos dele, o que eu achei muito interessante. - Barbara

Esse é o tipo de livro que me prendeu mais pelos personagens que pela história em si, A.J é aquele dono de livraria esnobe mas que você passa a gostar e até a se identificar kkkk e quando a vida dele da um giro de 360 graus, alguns personagens passam a ter uma participação significativa na vida dele, todos com suas peculiaridades rs. Um policial, uma criança, uma representante de vendas kkkk Tem também a cunhada e o marido que é autor de um sucesso só kkk ah, ele tem outros livros mas só se lembram mesmo do primeiro. - Michelli

Com capítulos curtos e a escrita tão fluída da Gabrielle Zevin, em dois tempos o livro acaba e você se pega chorando e completamente envolvido por esse mundo fantástico. O livro não se prende a um período específico, vamos vendo os momentos importantes e significativos da vida do A. J. como também a das personagens secundárias. Não quero entrar em detalhes para não ter spoilers, mas posso dizer que vocês vão se surpreender com alguns eventos e reviravoltas rsrs. - Barbara

É um livro curto e muitas coisas acontecem sem rodeios, algumas até meio sem noção se é que posso dizer isso, mas não deixou de ser uma leitura leve, gostosa e divertida, como eu imaginava que seria. Você se pega ao final querendo conhecer essa livraria. - Michelli

Eu com certeza indico esse livro, leia sem medo e se prepare para as dicas literárias rsrs. Se você é um leitor que ama mesmo os livros, com certeza vai se ver em diversos momentos da história. - Barbara

Eu amei todos os pequenos detalhes. O romance, o tom cômico e irônico, o amor entre pai e filha ... tudo! Os personagens são tão "gente como a gente", sabe? Super recomendo! Tem todas as nossas manias malucas e nerdices que só um bom leitor entenderá. - Raquel

“Um lugar não é um lugar de verdade sem uma livraria.”