quinta-feira, 30 de junho de 2016

Sobre Primeiros Beijos #8

Sobre Primeiros Beijos na área!
Na edição de hoje temos 5 primeiros beijos das minha últimas leituras, espero que vocês gostem e se interessem em ler o livro. Lembrando que não é porque o casal se beija que eles ficam juntos no final rsrs

Dá play aí e vem se apaixonar ;)








- Não estou interessado em damas da corte – disse Dorian, direto, e a beijou.
A boca dele era quente, os lábios, macios, e Celaena perdeu a noção de tempo e de espaço enquanto o beijava de volta, devagar. Dorian se afastou e por um segundo, encarou Celaena no momento em que os olhos da jovem se abriam, então a beijou de novo. Dessa vez foi diferente, mais profundo, cheio de desejo.

Celaena e Dorian – Trono de Vidro.













Rendida, nada pôde fazer quando Fernão, surpreendendo a ambos, tomou o rosto dela entre as mãos e a beijou, ignorando tudo que não fosse Cécile, apenas ela. Seus lábios passearam sobre os dela, saboreando-os sem pressa. Porém, ao perceber que não seria rejeitado ou, pior, expulso sob ameaças mortais, Fernão intensificou o beijo, enquanto Cécile, arrebatada pelo momento, jogou os braços em torno dos ombros dele e enlaçou seu pescoço, aninhando-se ao homem que fazia dela uma mulher muito volúvel.

Cécile e Fernão – O amor nos tempos do ouro.















Ele me interrompeu, colando a boca à minha. Seus lábios eram tão quentes que meu corpo todo derreteu contra o dele. Hayden me enlaçou pela cintura e me puxou mais para perto. Minha mãos encontraram seus cabelos, dessa vez sem ter de procurar desculpas para toca-los, ciente de que eu podia fazer isso sempre que quisesse.

Gia e Hayden – Namorado de Aluguel.















No instante em que nossos lábios se tocam, a coisa mais estranha acontece. Ondas pulsantes de calor se espalham dentro de mim, começando pela boca e baixando por meu corpo, formigando a pontinha de meus seios antes de descer um pouco mais. Ele tem o gosto do chiclete de hortelã que passou a noite mascando, e o sabor mentolado toma conta de minhas papilas gustativas. Meus lábios se abrem por vontade própria, e Garret tira o máximo proveito disso, deslizando a língua para dentro. Quando nossas línguas se envolvem, ele deixa escapar um ruído grave e rouco no fundo da garganta, e o som erótico vibra através do meu corpo.

Hannah e Garret – O Acordo













O arco e flecha caiu ao chão no momento em que ele aproximou sua boca da dela.
E ninguém recuou.
Ela estava se afogando em sândalo e luz do sol. O tempo deixou de ser mais do que um conceito. Seus lábios eram dela por um instante.
E os dela eram de Khalid. O gosto dele na sua língua era como mel aquecido ao sol. Como água fresca deslizando na sua garganta sedenta. Como a promessa de todos os seus amanhãs em um único suspiro. Quando Sherazade passou os dedos por seus cabelos para trazê-lo para mais perto de seu corpo, ele parou para respirar, e ela sabia, e ele também, que estavam perdidos. Perdidos para sempre.
Nesse beijo.
Esse beijo que iria mudar tudo.

Sherazade e Khalid – A Fúria e a Aurora




Espero que vocês tenham gostado e não deixem de conferir os posts antigos aqui.

Até a próxima.
\o