quarta-feira, 13 de julho de 2016

Resenha #156 Ligações

Título: Ligações
Autor: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Páginas: 304
Ano: 2015
Gênero: Romance
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: GEORGIE MCCOOL sabe que seu casamento está estagnado. Tem sido assim por um bom tempo. Ela ainda ama seu marido, Neal, e ele também a ama, profundamente – mas o relacionamento entre eles parece estar em segundo plano a essa altura.
Talvez sempre esteve em segundo plano.
Dois dias antes da tão planejada viagem para passar o Natal com a família do marido em Omaha, Georgie diz a ele que não poderá ir, por conta de uma proposta de trabalho irrecusável. Ela sabia que ele ficaria chateado – Neal está sempre um pouco chateado com Georgie –, mas não a ponto de fazer as malas e viajar sozinho com as crianças.
Então, quando Neal e as filhas partem para o aeroporto, ela começa a se perguntar se finalmente conseguiu. Se finalmente arruinou tudo.
Mas Georgie estava prestes a descobrir algo inacreditável: uma maneira de se comunicar com Neal no passado. Não se trata de uma viagem no tempo, não exatamente, mas ela sente como se isso fosse uma oportunidade única para consertar o seu casamento – antes mesmo de acontecer…
Será que é isso mesmo o que ela deve fazer?
Ou ambos estariam melhor se o seu casamento jamais tivesse acontecido?


Sim, após o fim do TCC voltei a ser a frenética dos livros rsrs estou emendando um atrás do outro e amando isso! Então preparem-se para várias resenhas hahaha.

Hoje vim falar sobre Ligações da Rainbow Rowell. Já comentei isso nas resenhas que escrevi de livros dela, mas a minha relação com a Rainbow não começou com o pé direito rsrs. Abandonei Fangirl e tomei raivinha a ponto de não querer ler mais nada dela, até ler seu conto em O presente do meu Grande Amor. E aqui estou, resenhando o segundo livro que comprei dela. Virei fã... rs



“- Acho que eu só quero você – disse ele.
- Você acha...
- Eu acho...
- Tá bom.
- Tá bom?
- Tá bom. Pode ficar comigo.
- Fácil assim?
- Sim
- É mesmo?
- Mesmo – ela prometeu.”

Mas vamos falar do livro, o motivo de você ter clicado nesse post!




Ligações se passa durante o período natalino, Georgie e Neal estão casados a 14 anos e tem duas filhas de 7 e 4 anos. Ambos não estão muito felizes, o casamento não está as mil maravilhas a um bom tempo... se é que um dia foi. Georgie acredita ter grande parcela de culpa por tudo estar como está. Workaholic, mãe não muito presente...

Ela é roteirista de um programa de humor e consegue a chance de finalmente produzir o programa que ela e seu melhor amigo Seth, escrevem desde os tempos de Universidade. Mas para isso acontecer eles precisam cumprir um prazo curtíssimo que vai interferir logo nas férias natalinas da família de Georgie.

Na hora de decidir entre o trabalho dos sonhos e a família, Georgie escolhe o trabalho e seu marido então, decide viajar com as filhas deixando Georgie sozinha no Natal. É quando nossa protagonista encara a realidade de que seu casamento está prestes a acabar. E é quando ela também descobre um telefone mágico que permite que ela fale com o marido no inicio do relacionamento dos dois.

Está aí a chance de Georgie de consertar as coisas ou mudar totalmente seu futuro. Será que ela devia estar casada com Neal? Será que ele seria feliz sem ela e ela sem ele?

“- Ele não trabalha aqui. Só entrega as tirinhas.
- Vou lá me apresentar. E dizer como gosto do trabalho dele.
- Vai se arrepender. Ele é carrancudo. É o hobbit menos amigável do Condado.”

Eu fiquei muito mexida com esse livro, no começo estava com uma sensação estranha, cheguei até comentar com as meninas que parecia que eu estava vendo um desastre sem poder evitar... foi estranho. Felizmente, o que eu pensava que seria uma decepção, acabou se tornando um dos meus livros favoritos.

“Mesmo a 2.400 quilômetros de distância, mesmo pelo telefone, Georgie tinha mais vida do que qualquer outra coisa da vida dele.”

É um romance adulto, um casal que está junto e ainda se amam, mas se perderam em algum momento e a duvida que fica é: será que eles são capazes de se reencontrar? Será que vale a pena? É possível ainda?

“Acha mesmo que eu consigo viver sem você? Porque eu não tive sorte nenhuma nisso até agora.”

Eu ia lendo as situações com uma angústia e torcendo muito forte para que Neal e Georgie se acertassem. É engraçado ela falando com o marido mais jovem, contando dos problemas que um dia eles tinham enfrentado e estavam novamente acontecendo. Um paralelo muito interessante entre passado, presente e futuro.

Não quero entrar em mais detalhes, mas o livro não é puro drama, tem vários momentos engraçados, lembranças de como Neal e Georgie se apaixonaram... e o final é espetacular. Confesso que chorei rsrs

“Georgie não sabia, na época, quanto passaria a precisar de Neal, como ele passaria a ser como o ar para ela.”

Sobre a edição, tem alguns probleminhas de revisão que infelizmente passaram. A minha edição também não está muito legal, o livro está descolando da capa e isso me deixa agoniada pensando que ele pode se desfazer. Antes que perguntem, comprei ano passado e estava na embalagem plástica até o momento em que peguei para ler... decepcionante.

Como a história acontece durante o Natal, eu indico como ótima leitura para o período das festas. Ah, Ligações faz parte do Desafio das GeLs dos 12 livros para 16, se você quiser conhecer mais sobre o desafio é só clicar aqui.

Espero que vocês tenham gostado e em breve eu volto com a resenha de Eleanor & Park (provavelmente será resenha dupla porque vou fazer BR com a Mi rs).

“Ele sentiu as bochechas esquentarem só de pensar em vê-la de novo. Era isso que Georgie fazia com ele. Ela puxava o sangue para a superfície da pele dele. Mexia com ele. Feito maré. Fazia-o sentir que havia coisas acontecendo. Que a vida acontecia – e mesmo que ele ficasse muito triste às vezes, não tinha como não querer participar.”

Até breve e não esqueçam de comentar com suas opiniões.
\o