segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Resenha #135 O Códex dos Caçadores de Sombras

Título: O Códex dos Caçadores de Sombras
Autor: Cassandra Clare e Joshua Lewis
Editora: Galera Record
Páginas: 274
Ano: 2014
Classificação: 3 estrelas
Sinopse: A Clave tem o prazer de anunciar a mais nova edição no mais antigo e famoso manual dos Nephilim: o Shadowhunters’ Codex. Desde o século XIII, o códex vem sendo o mais jovem amigo de todo Caçador de Sombras. Quando você está cercado por demônios, é muito fácil esquecer os pontos mais obscuros da linguagem demoníaca ou a maneira mais rápida de parar um ataque de demônios Raum. Com o códex, entretanto, você nunca vai precisar se preocupar.

Agora em sua vigésima sétima edição, o códex abrange tudo: a história e as leis do nosso mundo; como identificar, conviver com, ou se preciso, matar a maioria dos coloridos habitantes deste mundo; qual ponta da estela você deve usar para se marcar. Suas tentativas de matar um vampiro ou um feiticeiro não serão mais atrasadas por intermináveis perguntas de seus recrutas: O que é um Pyxis? Por que não usamos armas de fogo? Se não posso ver um símbolo de um feiticeiro, há alguma forma educada de perguntar a ele onde a marca está? Onde conseguimos toda nossa água benta? Apostilas de geografia, história, magia e zoologia, todas juntas em uma só, o codex está aí para ajudar novos Caçadores de Sombras a navegar no belo, às vezes brutal, mundo que habitamos.

E para ninguém dizer que a Clave está desatualizada, ou, como dizem os jovens Caçadores de Sombras, “careta”, essa nova versão do Codex estará disponível não só na versão com a ligação de pele de demônio fechada magicamente, mas, também, numa versão moderna, usando todas as mais novas e emocionante técnicas de impressão atuais, incluindo alguns novos recursos, como uma capa firme feita de tecido, um revestimento à prova de poeira e informações sobre título, autor, editora, e muito mais escritos na capa. Você vai gostar de saber que ela cabe perfeitamente na maioria das mochilas e, ao contrário das antigas edições, ela não desliga mais sistemas de segurança.

As antigas gravuras também foram substituídas: em vez delas, você vai encontrar pródigas ilustrações feitas por alguns dos mais brilhantes artistas. Criaturas, armas, pessoas e lugares foram cuidadosa e precisamente descritos por Rebecca Guay, Charles Vess, Jim Nelson, Theo Black, Elisabeth Alba e Cassandra Jean. Os capítulos são graciosamente introduzidos pelos desenhos de Michael Kaluta, e durante o resumo do clássico de 2.450 páginas, A História dos Nephilims, você vai encontrar uma seleção das melhores e mais adoráveis ilustrações do volume por John Dollar.



Olá Shadowhunters!

Hoje a resenha é sobre um livro que é muito citado nas séries Os Instrumentos Mortais e Peças Infernais. Quem já leu as Peças, sabe que a Tessa tem um exemplar e em Os Instrumentos, Clary também tem a sua versão do Códex. Como ele é uma referência no mundo das Sombras, nada mais justo do que termos a nossa versão impressa também certo?

Cassie Clare junto com o marido Joshua Lewis, escreveram o livro de instruções dos Shadowhunters e em 2014 ele chegou em terras brasileiras. Eu confesso que fiquei super empolgada e não via a hora de ter o meu, na época eu comprei enquanto fazia a maratona de TMI e resolvi ler só após ter finalizado a série. O tempo passou e o livro entrou para a minha meta de “12 livros para o ano”, e agora vocês vão saber o que achei da leitura.



O Códex dos Caçadores de Sombras é um livro de instruções, como eu já comentei, ele foi feito para ensinar aos novos caçadores como eles devem se comportar, os treinamentos pelos quais passariam, o básico do dia-a-dia de um Nephilim e muitas informações sobre demônios e membros do Submundo. Eu já imaginava que fosse ser dessa forma, mas nunca pensei que seria uma leitura tão cansativa.

O livro se estende com muitas informações sobre demônios, a história de como surgiram, onde vivem e etc... sinceramente? Deu vontade de pular as páginas várias vezes. Tem muitas informações que até gostei, quando foi explicada a origem dos Caçadores, como Jonathan Caçador de Sombras recebeu sua missão foram momentos que me animaram, mas a maior parte do tempo eu li com vontade de acabar!

Mas nem tudo foi chato, o livro é recheado de anotações feitas pela Clary, Jace e Simon, essas pequenas notas entre as páginas são o que dão leveza ao livro, que acredito foi escrito com a intenção de ser pedante. Obrigada Cassie e Joshua por incluírem as anotações, elas fizeram toda a diferença!

Outro ponto positivo vem no final do livro, um pedaço da história dos Caçadores de Sombras que acredito, deixou todos nós muito curiosos, é explicado a partir da visão de outra pessoa, quando cheguei nessa parte aí sim me empolguei e fiquei feliz pelo livro vir com esse extra.

Para finalizar, vou falar sobre a edição. Está lindíssima! Os colaboradores da Cassie arrasaram com as ilustrações, são lindas de verdade. A Galera Record também teve um cuidado especial com a edição e é impossível colocar defeitos. Parabéns!

Se você é um fã do mundo dos Caçadores, se você se considera um Shadowhunter, precisa ler o Códex! Tem seus momentos chatinhos, mas mesmo assim indico para os fãs, as explicações, curiosidades e instruções valem a pena.

Até a próxima
Beijos