sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Resenha #131 No Limite da Ousadia (Pushing the Limits #2)

Título: No Limite da Ousadia
Autor: Katie McGarry
Editora: Verus
Páginas: 420
Classificação: 4,5 estrelas
Sinopse: “No limite da ousadia” conta a história de Beth Risk, a miga durona de Noah, de No limite da atração. Este livro é um spin-off, passando-se no mesmo universo do primeiro, com participações especiais de Isaiah, Noah e Echo.
Se você é fã de No limite da atração ou está descobrindo este mundo agora, certamente vai se deixar envolver pela paixão perigosa e arrebatadora de Beth e Ryan.




Olá galera, hoje a resenha é sobre um jovem adulto da série “Pushing the Limits”, o primeiro – No Limite da Atração - já tem resenha aqui no blog e vocês podem conferir aqui. Como eu gostei bastante de NLA, resolvi seguir a série e o segundo é No Limite da Ousadia. Ele foi lançado faz um tempinho, mas só recentemente tirei o meu exemplar da estante e vou contar um pouco da história e a minha opinião para vocês. Mas antes dá play aí e aproveite a resenha ao som de uma das músicas que a autora se inspirou durante a escrita.





“Você faz isso demais. Parecer triste. Eu detesto. Sua boca vira para baixo. Suas bochechas perdem a cor. Você perde tudo que te faz ser... você.

No Limite da Ousadia conta a história de Beth, amiga de Noah de NLA, quando a conhecemos no livro anterior, sabemos que ela não é uma garota qualquer. Beth é durona, sexy, leal aos amigos, a família e está disposta a fazer qualquer coisa para proteger a quem ama. Essa lealdade excessiva é o que a leva a um grande problema e logo ela se vê forçada a morar com o tio que não via a anos, vivendo em sua antiga cidade, se reconectando com antigos amigos e vivendo algo que ela nunca imaginou que encontraria.

É lá que também vive Ryan, o astro do beisebol da escola, um cara “certinho”, popular... o total oposto de Beth, mas é como o ditado diz: “Os opostos se atraem”, e nesse caso ele se encaixa perfeitamente!

“E caras como ele não se apaixonam por garotas como eu. Eles só me usam.

Eu amei a história desses dois e até simpatizei mais com a Beth, confesso que não fui muito com a cara dela no primeiro livro porque ela era terrível com a Echo, mas com esse livro consegui entender mais essa menina e como tudo pelo que ela passou a transformou na pessoa que ela era. Sobre o Ryan... nem tenho o que falar, ele é o mocinho que todas as meninas sonham e que parecem viver apenas nos livros rsrs.

Para os fãs e Noah e Echo, eles aparecem brevemente no livro, mas já é o suficiente para matar saudade. Eu estou ansiosa pelo livro do Isaiah que felizmente já foi lançado! Fica aqui a minha indicação, No Limite da Ousadia é tão apaixonante quanto No Limite da Atração! Leiam!

Há momentos tão importantes na vida de uma pessoa que você sabe que vai se lembrar deles para sempre. Esse momento é assim para mim e para o Ryan. Não estou seduzindo o cara, e ele não está me seduzindo. Em vez disso, decidimos ficar juntos.”