terça-feira, 22 de março de 2016

Resenha #142 Ligeiramente Maliciosos (Os Bedwyns #2)

Título: Ligeiramente Maliciosos - Os Bedwyns #2
Autor: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 288
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima.
Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor.
Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith.
Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora?
Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro.


Gente que livro ótimo!

Quando li o primeiro, resenha aqui, achei bem bacana, mas nada que me deixasse louca pelo livro seguinte. Com Ligeiramente Maliciosos foi diferente, já fiquei louca pela continuação e com vontade de conhecer mais a família Bedwyn.



Mas vamos falar sobre Judith e Rannulf, o casal de Ligeiramente Maliciosos.

Judith e Rannulf se conhecem em uma situação peculiar, ela está indo para a casa da sua tia rica para servir de dama de companhia para a avó. Ele está indo visitar a avó que está doente e conhecer uma possível noiva.



Um acidente, uma proposta, nomes falsos e duas noites, mudam a vida de ambos totalmente. Mas o que eles não imaginavam é que seus destinos estavam entrelaçados e em breve iriam se reencontrar em circunstâncias bem diferentes... mas é claro que não vou contar como! Rsrs.

O livro é uma delícia galera, o casal é fofo... a mocinha é forte e ruiva! Adoro ruivas em livros. O engraçado é que a Judith tinha uma visão de si baseada na criação, ela foge totalmente do padrão de beleza da época e por isso acabava se sentindo depreciada. A verdade é que ela estava acima desses padrões, mas nunca tinham lhe dito isso, por isso ela se sentia o patinho feio da família e é lindo ver ela se enxergando como um belo Cisne.



O Rannulf é um homem honrado, um perfeito cavalheiro disposto a cumprir o seu dever, pelo menos no que se refere a casamento e filhos como era o desejo de sua avó, mas ele não imaginava que essa possibilidade se tornaria tão prazerosa.

Os outros irmãos também aparecem no final, e se já fiquei curiosa com o duque no primeiro livro, nesse então! Todo sério, frio e misterioso... Preciso ler! Mas é claro que vou seguir a ordem e infelizmente o livro dele ainda não foi publicado. #chateada.



Se você ainda não leu essa série, está esperando o que? A Arqueiro está dando um show com  o lançamento de vários romances históricos, vale a pena e a galinha também! Se você é fã desse estilo, precisa ler e depois contar sua opinião aqui pra gente.

Até a próxima!

Beijos