quinta-feira, 2 de abril de 2015

Resenha #88 Insurgente (Trilogia Divergente #2)

Título: Insurgente
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 512
Gênero: Distopia
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: "Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor." 



Alucinante!

Não tenho muitas palavras para descrever tudo o que senti lendo Insurgente, um misto de euforia, tristeza em alguns momentos e muito amor em diversas partes – que se traduzem no número de quotes que marquei nesse livro!

“Como um animal selvagem, a verdade é poderosa demais para ser mantida aprisionada – Do manifesto da Franqueza.”



Esse primeiro quote define bem o que é Insurgente, uma busca alucinada pela verdade – custe o que custar. O livro começa no exato ponto em que terminou Divergente, o peso das decisões de Tris começam a cobrar seu preço. Nós encontramos nossa protagonista bem diferente da Careta que se transferiu para a Audácia, o que antes era uma luta para sobreviver à iniciação agora é uma constante batalha para viver.

“Não acredito que seja mais importante seguir em frente do que descobrir a verdade”

Essa foi a segunda vez que li Insurgente e durante essa releitura eu pude analisar com calma como os eventos do final de Divergente trouxeram uma nova luz sobre cada um dos personagens. Temos a introdução de novas pessoas que vão deixar muitos chocados, muita ação com lutas a cada cinco páginas! Sim, exagerei... mas se tem uma coisa que amei nesse livro foram as sequências de luta. Super bem coreografadas, eu me senti no cinema enquanto lia o desenrolar, ataques e contra-ataques. Galera, tem muita ação mesmo e o ritmo é alucinante, juro que fiquei meio louca de tanta animação rsrs

“Obrigado por sua honestidade”

Tris e Quatro estão em um relacionamento sério...



Porém tudo em Insurgente é pautado pela desconfiança e esse fator será capaz de jogar água nesses pombinhos...? Se você sentia que não conhecia muito bem o Quatro em Divergente prepare-se, ele vai te surpreender.

“Diferente de Tobias, cujo sorriso é quase tímido, como se o simples fato de alguém ter se dado o trabalho de olhar para ele fosse uma surpresa.”

Muitas traições, muitas surpresas e um final eletrizante é o que te espera em Insurgente. Se ficou em dúvida se continuaria com a trilogia após Divergente, sério leia a sequência o mais rápido que puder! Se não estiver na sua lista de desejados... Coloque agora no topo!!! Sim, isso é uma ordem! #brincadeira rsrs


"A Audácia é a mais cruel das cinco, 
Eles estraçalham-se entre si...
A Erudição é a mais fria das cinco, 
O conhecimento custa caro...
- Canção cantada pelas crianças da Franqueza”


Espero que vocês tenham gostado e volto logo com a resenha de Convergente para encerrar a trilogia o/


xoxo