quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Resenha #70 O Presente do Meu Grande Amor


Título: O Presente do Meu Grande Amor
Autor: Holly Black, Ally Carter, Matt De La Peña, Gayle Forman, Jenny Han, David Levithan, Kelly Link, Myra McEntire, Stephanie Perkins, Rainbow Rowell, Laini Taylor, Kiersten White.
Editora:Intrínseca
Páginas: 352
Classificação: 4 estrelas
Sinopse: "Se você gosta do clima de fim de ano e tudo o que ele envolve, presentes, árvores enfeitadas, luzes pisca-pisca, beijo à meia-noite, vai se apaixonar pelo livro. Nestas doze histórias escritas por alguns dos mais populares autores da atualidade, há um pouco de tudo, não importa se você comemora o Natal, o Ano Novo, o Chanucá ou o solstício de inverno. Casais de formam, famílias se reencontram, seres mágicos surgem e desejos impossíveis se realizam. O pessimismo não tem lugar neste livro, afinal o Natal é época de esperança."



Então é natal... (continue a música)!

Olá, todos em clima natalino? Posso ouvir um sim?! SIM \o/
Então para essa data tão especial – meu feriado favorito -, nada melhor do que a resenha de um livro com esse tema \o

O Presente Do Meu Grande Amor é um livro que traz uma coleção com doze histórias relacionadas com as festas de fim de ano. A Stephanie Perkins reuniu uma gama de autores bem conhecidos dos leitores, dos doze eu já conhecia o trabalho de oito deles, que inclusive tem seus livros publicados no Brasil, e dessa união surgiu esse livro com contos encantadores.

Eu gostaria muito de falar sobre cada um com detalhes, mas não irei fazer isso porque a resenha ficaria enorme, então decidi escolher as minhas histórias favoritas e merecedoras de 5 estrelas.



Meias-Noites – Rainbow Rowell

“Meias-Noites” é a primeira história e vem nos mostrando a evolução de uma amizade ao longo dos anos e sempre em uma festa de Ano-Novo. Nós conhecemos Mags e Noel (sugestivo esse nome não?) e você querido leitor vai cair de amores pela história desses dois! Quando eu vi o nome da Rainbow confesso que torci um pouco o nariz porque esse ano eu abandonei um dos livros dela – Fangirl -, então eu realmente não dei nada pela história, mas juro para vocês, eu terminei pedindo mais. Queria o livro todo com a história desses dois e estou pensando seriamente em fazer uma petição online u.u.
Ah, e vou dar outra chance para Fangirl o/
“Meias-Noites” é encantador.

“- Sei que as coisas precisam mudar, mas... não posso perder você. Acho que não consigo encontrar outra como você.
- Não vou a lugar algum, Noel.
- Vai sim. E não tem problema. Só... preciso que você me leve junto.”



“- Mags.
- O quê?
- Do que você precisa?
- Preciso que você seja minha pessoa favorita.”




É um milagre de Yule, Charlie Brown – Stephanie Perkins

“É um milagre...” foi a segunda história pela qual me apaixonei, nós temos Marigold que precisa de algo muito importante para finalizar um presente para sua mãe e apenas North pode ajudar, então ela vai atrás dele com um objetivo bem específico em mente, mas conforme a noite vai passando esses objetivos vão se alterando... All you need is Love!
Acredito que nessa história me encantou a forma como North ajuda Marigold a por a vida dela literalmente em ordem, ambos se encontram e se completam! Eu amei e não esperava menos da Stephanie de quem sou fã!

“Mas esse Garoto das Árvores de Natal tinha algo que os outros não tinham. Algo de que ela precisava e só ele podia oferecer.
Ela precisava da voz dele.”



“- Sabe qual é a coisa mais estranha desta noite? Considerando que está sendo uma noite absurdamente estranha?
- O quê?
- O fato de você ainda não ter percebido que estou disposto a fazer qualquer coisa, qualquer coisa para ficar perto de você. Você não precisa me pagar.”




Baldes de Cerveja e Menino Jesus – Myra McEntire

Nunca tinha ouvido falar em Myra McEntire, mas depois da sua história absurdamente fofa eu estou louca por um livro dela! Se vocês tiverem dicas de títulos dela é só comentar.
Em “Baldes de Cerveja e Menino Jesus” nós conhecemos o Vaughn, o piadista da cidade que vive para pregar peças nas pessoas, até que um dia uma pegadinha não dá certo e ele precisa pagar por seus atos. Ele acaba indo ajudar na montagem do presépio vivo da igreja local e encontra aceitação onde menos poderia imaginar.
Eu amei essa história, é fofa mesmo em meio aos desastres rsrsrs.


“- Sei que estou tentando fazer escolhas melhores, mas eu seria capaz de cometer um crime todos os dias se depois eu pudesse fazer isso.
- Isso não faz sentido. Se você cometesse crimes todos os dias, o único momento que teríamos juntos seria uma hora aos domingos.”




Bem–Vindo a Christmas, Califórnia – Kiersten White

Nesse conto nós conhecemos a Maria e o Ben, ambos trabalham na única lanchonete que existe em Christmas, ela como garçonete e ele como o recém-contratado chef de cozinha. Ben tem algo mágico nele e assim que chega a Christmas, provoca uma transformação em todos os moradores no instante em que provam de sua comida, inclusive Maria.

“- Eu não gosto de biscoito de gengibre.
- Isso porque você nunca provou o meu biscoito de gengibre.
- Isso é algum tipo de cantada de chef?”

Eles acabam se tornando amigos e descobrindo mais coisas em comum do que imaginavam. É definitivamente transformadora a relação dos dois, o segredo do passado de Ben e os anseios do futuro de Maria... é um amor esse conto e com muita comida gostosa em cada página!

“- Porque, sabe, depois que uma garota come o seu biscoito de gengibre, como ela vai ser capaz de aceitar qualquer outra coisa?
- Isso é algum tipo de cantada de garçonete?
- Sim. Com certeza.”



“Mas não tem mais importância que você não consiga encontrar a minha casa.Eu a encontrei sozinha.”


Bom, esses foram os meus contos preferidos, os outros são bem legais e alguns com toques sobrenaturais, mas esses quatro me conquistaram. A edição está super fofa, parabéns Intrínseca! Na capa estão cada um dos casais que aparecem nos contos patinando no gelo, então tentem adivinhar quem é quem durante a leitura! ;)

Espero que vocês tenham gostado e um Feliz Natal e Boas Festas e muitos mais livros em 2015 \o/